Líder do PROS joga para Lincoln “traição” à base e diz que sigla sempre esteve com Caiado

Liderança da sigla no Estado diz que deputado agiu corretamente ao priorizar interesse partidário

Reginaldo Melo | Foto: Reprodução

No dia em que o PROS oficializa apoio ao senador Ronaldo Caiado (DEM) na disputa ao governo de Goiás, o vice-presidente do diretório regional e uma das maiores lideranças do partido no Estado, Reginaldo Melo, declarou, em entrevista, que a militância do partido já estava alinhada com o democrata, mesmo antes do deputado estadual Lincoln Tejota assumir a direção estadual da sigla.

“Mais de 80% do partido tinha tendência em apoiar Caiado. Com a chegada do Lincoln formou-se uma situação constrangedora, já que ele sempre colocou apoio ao nome de José Eliton”, defendeu.

A declaração foi concedida durante entrevista coletiva marcada por Caiado para anunciar a formatação de sua chapa majoritária. Conforme noticiado com exclusividade pelo Jornal Opção, na última quarta (11), Lincoln deixou a base aliada e a pré-candidatura a deputado federal para concorrer a vice do democrata.

Segundo Reginaldo Melo, a decisão foi tomada após parte da militância dar início a uma “rebelião no partido por conta da imposição de Lincoln ao nome de José Eliton”. “Diante deste quadro, o presidente pensou no melhor do partido”, explicou.

O dirigente ainda elogiou a decisão do colega e disse que a mudança foi motivada exclusivamente pelo bem da sigla. “Temos que ver o que é melhor para o PROS, não para José Eliton ou Caiado”, arrematou.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.