Karlos Cabral (PDT) diz que será independente na Assembleia

Deputado recém-empossado irá se reunir com executiva do partido, mas adianta que não deve estar na oposição

Lissauer Vieira e Hélio de Sousa na posse de Karlos Cabral | Foto: Ruber Couto

O deputado Karlos Cabral, que assumiu mandato em dezembro de 2016, deve se sentar do lado direito do plenário da Assembleia Legislativa de Goiás. Ex-petista, o parlamentar está filiado ao PDT, que, a rigor, é da base do governador do estado, Marconi Perillo (PSDB).

Ao Jornal Opção, no entanto, ele afirmou que ainda não conversou com o partido, mas deve manter postura “independente” na Casa. “A matéria que for boa, importante para o estado, votarei favorável, o que for contrário, serei contra”, argumenta.

Candidato a vice-prefeito na chapa do também deputado estadual Lissauer Vieira (PSB) à prefeitura de Rio Verde em 2016, Karlos Cabral promete defender o interior e os servidores públicos.

Suplente pelo PT em 2014, o rio-verdense assume vaga na Assembleia após Renato de Castro (PMDB) renunciar ao mandato — foi eleito prefeito de Goianésia nas eleições de 2016.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.