Justiça mantém prisão domiciliar para ex-médico Abdelmassih

Pedido de habeas corpus de médico que estuprou pacientes foi aceito neste domingo (13)

A Justiça de São Paulo aceitou neste domingo (13/8) o pedido de habeas corpus da defesa do ex-médocp Roger Abdemlassih contra a decisão da Justiça de tirar do ex-médico o direito à prisão domiciliar assim que ele sair do hospital. A informação é do portal UOL.

A decisão foi do desembargador plantonista Ronaldo Sérgio Moreira da Silva.Com a medida, fica restabelecida a prisão domiciar de Abdelmassih, que está internado no Hospital Albert Einstein para combater uma infecção.

Roger Abdelmassih foi condenado a 181 anos de cadeia pelo estupro de 37 mulheres.

Deixe um comentário