Jean Wyllys se recusa a ficar ao lado de Bolsonaro em voo e é criticado pelo militar

Em vídeo postado na página do deputado federal pelo PP, é possível ver o socialista se levantar e trocar de assento após perceber “coincidência” 

Jean Wyllys teria se recusado a ficar ao lado de Bolsonaro | Foto: reprodução / vídeo

Jean Wyllys teria se recusado a ficar ao lado de Bolsonaro | Foto: reprodução / vídeo

Uma coincidência, no mínimo, infeliz tem dado “pano para manga” nas redes sociais. Nesta terça-feira (7/4), ao embarcar em um voo da Tam no Rio de Janeiro — com destino a Brasília –, o deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ) fez um vídeo para denunciar uma suposta “humilhação” sofrida por ele.

De acordo com vídeo postado na página do militar, o colega e também deputado eleito pelo Rio de Janeiro Jean Wyllys (PSOL) o teria discriminado ao se recusar a ficar ao lado dele no voo.

Nas imagens, é possível ver Bolsonaro avisando o socialista de que estaria na poltrona próxima a dele. Em seguida, aquele se levanta e muda de lugar. “Surpreendentemente, em clara demonstração de intolerância, preconceito, discriminação e heterofobia o Deputado Jean Wyllys levantou-se e acomodou-se em outro assento”, escreveu o militar.

Na postagem, o pepista aproveita para alfinetar a  PLC 122/2006 — que criminaliza a homofobia –, afirmando que se tivesse sido ele a cometer tal ato, estaria sujeito à pena de 1 a 2 anos de reclusão, “além da perda do mandato e o fato seria noticiado pela maioria dos telejornais”.

Veja o vídeo:

2 respostas para “Jean Wyllys se recusa a ficar ao lado de Bolsonaro em voo e é criticado pelo militar”

  1. Avatar Carlos disse:

    É serio isso ? vcs no minimo são doidos p usar o termo heterofobia , e ao fazer essa associação maldosa e proposital com o Jean … Quem publica uma bobagem dessa deve ter uma capacidade de avaliação de preconceitos de uma ostra !

  2. Avatar Cristina Pereira dos Santos disse:

    Não acredito q tenha sido uma a ao preconceituosa, Jean foi cauteloso, viajar ao lado de um sujeito que só fala asneira, seria uma péssima companhia de viagem… Bolsonaro cidade cinicamente usa o fato para dizer que sentiu-se discriminado… Vai ser hipócrita assim lá em Brasília.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.