IML e Instituto de Criminalística de Posse iniciam atendimento na segunda-feira (8)

Vice-governador e prefeito visitaram instalações destinadas ao trabalho de legistas e peritos criminais 

José Eliton visita unidade em Posse | Foto: Wildes Barbosa

O Nordeste do estado passa a contar, a partir da próxima segunda-feira (8/5), com novas unidades do Instituto de Medicina Legal (IML) e do Instituto de Criminalística (IC), com o início do trabalho de médicos legistas e peritos criminais no município de Posse.

O vice-governador de Goiás, José Eliton (PSDB), esteve na cidade nesta semana e visitou as instalações ao lado do prefeito Wilton Barbosa (PSDB) e da superintendente de Polícia Técnico-Científica, Rejane Barcelos. A iniciativa é destinada ao atendimento de medicina legal em vivos e a necropsias que foram adequadas pelo governo em parceria com a prefeitura e convênio com uma empresa especializada.

Segundo a superintendente, até agora, a região Nordeste contava com unidades em Campos Belos e Formosa. “Inicialmente, o IML e a Criminalística de Posse serão atendidas pelos profissionais das duas outras regionais, mas em breve teremos a nomeação dos médicos e peritos que estarão definitivamente em Posse”, explicou.

Segundo esclareceu, parceria estabelecida com o prefeito de Posse, Wilton Barbosa, também garantiu a cessão de médicos do município para o atendimento inicial, enquanto saem as nomeações. Neste momento, os profissionais estão em treinamento na regional de Formosa, e iniciam os trabalhos formalmente na segunda-feira.

Na casa, cedida pela prefeitura de Posse, funcionará a parte administrativa, a medicina legal em vivos e também a criminalística. No caso de lesões corporais, estupros e outros crimes que requerem exames de corpo de delito, a partir de segunda-feira o atendimento estará sendo feito neste local. Já em caso de morte, a necropsia será realizada na clínica especializada em tanatopraxia.

Por enquanto, durante o dia, os trabalhos de perícia serão realizados pelas equipes lotadas em Campos Belos. No período noturno, esse atendimento será feito pelos peritos de Formosa. “As duas regionais vão contribuir fazendo esse atendimento, enquanto os concursados não são nomeados nas vagas existentes”, completou.

Barcelos explicou que, além das estruturas criadas para o funcionamento do IML e do IC em Posse, há um projeto para a construção de unidades definitivas dos dois institutos naquele município. “O prefeito Wilton Barbosa já acenou inclusive com a possibilidade de doação de área específica para a construção dessas unidades”, arrematou.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.