Hospital de Campanha tem cinco mortes suspeitas de Covid-19

Casos ainda não possuem resultado para o teste que avalia se estavam contaminados pelo coronavírus

Equipe do HCamp preparada | Foto divulgação

O Hospital de Campanha (HCamp), montado no Hospital do Servirdor, em Aparecida de Goiânia, registra até a manhã deste domingo, 5, seis mortes. Destas, cinco são suspeitas de Covid-19, doença causada pelo coronavírus Sars-Cov-2. Uma já foi descartada. Do dia 26 de março até hoje a unidade atendeu 111 pacientes.

Deste total, além dos seis óbitos registrados, foram 12 pacientes internados; seis que não eram o perfil de atendimento do HCamp e que foram transferidos para continuidade dos seus tratamentos; três pacientes ainda em avaliação e 84 pessoas tiveram alta médica hospitalar e não estão mais na unidade de saúde.

Até o sábado, 15 pacientes recebiam atendimento no HCamp, contando todos os pacientes que estão internados na unidade de saúde e sendo avaliados.

A causa dos cinco óbitos ainda não tiveram resultados divulgados pelo Laboratório Central de Goiás (Lacen). Portanto, não há confirmação de que seja em decorrência da Covid-19.

Óbitos registrados

A primeira morte registrada foi de um jovem de 27 anos do sexo masculino. Ele deu entrada no HCamp em óbito, que foi registrado pela equipe do Samu às 22 horas do dia 28/03. O paciente não chegou a ficar internado na unidade de saúde e resultado do exame deste primeiro óbito divulgado pelo Lacen deu negativo para o coronavírus.

O segundo óbito registrado foi de um idoso, de 84 anos, do sexo masculino, que veio do interior do estado. A morte foi registrada às 5h38 do dia 30 de março. O paciente ficou internado na Unidade Semicrítica, mas ainda não há o resultado do exame.

Um idoso, de 62 anos, do sexo masculino, que também veio do interior do estado através do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência foi o terceiro a morrer no HCamp. O paciente estava internado na Unidade Crítica deu entrada no dia 1º de abril já em estado grave. Ele foi intubado, sedado e teve respiração com o auxílio de aparelhos. De acordo com informações da unidade, o óbito foi registrado na última quinta-feira, 2, às 6h30.

O quarto é óbito é de um idoso, de 72 anos, também do sexo masculino e que foi atendido pelo Samu, na última sexta-feira, 3, em estado gravíssimo, sedado, intubado e respirando com o auxílio de aparelhos. O idoso teve uma intercorrência clínica logo na sua admissão, foi reanimado pela equipe médica e não resistiu. Óbito registrado às 13h23 do mesmo dia. Ele estava internado em uma unidade de saúde do interior do estado.

O quinto óbito também é de um paciente do sexo masculino, de 56 anos, do interior, e foi atendido pelo Samu na última quarta-feira, 1, em estado grave. Ele respirava com auxílio de cateter de oxigênio. Ao ser atendido no HCamp, ele foi internado imediatamente na Unidade Crítica e teve que ser intubado. Durante o período de internação, seu estado de saúde piorou com uma intercorrência clínica, foi reanimado pela equipe médica e não resistiu.

Um idoso, de 77 anos, do sexo masculino, que também veio do interior e foi trazido pelo Samu na terça-feira, 31. O paciente estava internado em uma Unidade Crítica em estado gravíssimo, sedado, intubado e respirando com o auxílio de aparelhos. O óbito registrado às 5h30 deste sábado, 4.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.