Homenagens de universidades a torturadores serão mapeadas pelo MPF

Institutos deverão informar a existência de títulos honoríficos, nomes de prédios, salas, espaços, ruas, praças ou logradouros dos campi que façam alusão a estas pessoas

Foto: Sérgio Lima/Poder360

O Ministério Público Federal (MPF) decidiu que mais de 100 instituições públicas de ensino superior de todo o país – entre universidades e institutos – deverão informar qualquer existência de homenagens a responsáveis por violações graves aos Direitos Humanos durante a ditadura militar (1964-1985).

A procuradora federal dos Direitos do Cidadão, Deborah Duprat, enviou nesta quinta-feira (5/7) um ofício às instituições de ensino com o objetivo de mapear homenagens a qualquer um dos 377 autores de graves violações aos direitos humanos que foram identificados no relatório final da Comissão Nacional da Verdade.

As universidades e institutos deverão informar a existência de títulos honoríficos, nomes de prédios, salas, espaços, ruas, praças ou logradouros dos campi que façam alusão a pessoas responsáveis direta ou indiretamente pela prática de tortura e assassinatos cometidos durante a ditadura.

Segundo nota da Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão (PFDC), a medida “busca cumprir a obrigação do Estado brasileiro em garantir o direito de conhecer a verdade sobre crimes e outras violações de direitos, bem como meios para a construção e a preservação da memória histórica”.

Nesta semana, a Corte Interamericana de Direitos Humanos (CIDH) condenou o Brasil por negligenciar o direito da família do jornalista Vladimir Herzog de saber a verdade sobre sua morte durante a ditadura.

Em 2010, ao julgar o caso de Gomes Lund, sobre a Guerrilha do Araguaia, a CIDH já havia responsabilizado o estado brasileiro por violações ao direito de conhecer a verdade sobre violações praticadas durante a ditadura.

1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Almanakut Brasil

O ressarcimento aos cofres públicos através dos blogues, sites e jornalistas sujos que receberam verba dos governos da Organização Criminosa terá de acontecer mesmo que seja preciso a volta do DOPS, do DOI-CODI e do “abençoado” pau de arara!

Tudo que você precisa saber sobre como o governo sustenta blogs na internet – 22/06/2018

Estamos falando do Barão de Itararé. Ou melhor, do “Centro de Estudos da Mídia Alternativa Barão de Itararé”, um instituto ligado ao movimento dos blogueiros progressistas (BlogProg).

https://spotniks.com/tudo-que-voce-precisa-saber-sobre-como-o-governo-sustenta-blogs-na-internet