Homem mais velho do mundo morre aos 111 anos

Faleceu nesse domingo (8/6), aos 111 anos, o polonês Alexander Imchi, reconhecido como o homem mais velho do mundo pelo Guiness Book. Alexander era imigrante e morava em Manhattan, Nova York.

Dados obtidos em abril pela publicação do Guiness Book asseguram que existem  pelo menos 66 mulheres mais velhas que Alexander. Hoje, a mulher mais velha do mundo é a japonesa Misao Okawa, que tem 116 anos.

Momento que Alexander foi reconhecido  como o homem mais velho do mundo | Foto: Reprodução Guiness Book

Momento que Alexander foi reconhecido como o homem mais velho do mundo | Foto: Reprodução Guness Book

A morte do homem mais velho do mundo foi divulgada por sua neta, Karen Borgen e por um amigo, Michael Mannion. Alexander Imchi morava em uma residência para idosos desde 1986. Ele era químico e parapsicólogo aposentado.

Alexander Imchi assumiu o posto de homem mais velho do mundo depois que o italiano Roberto Licata faleceu em abril último, também aos 111 anos.

A produção da publicação do livro dos recorde investiga a afirmação de que agora o japonês Sakari Momoi, de 111 anos, é o homem mais velho do mundo.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.