Heuler Cruvinel diz que falará com Jovair Arantes sobre apoio de PSD a Maia

Deputado pessedista elogiou atuação do petebista goiano, que também disputa a presidência da Câmara

Heuler Cruvinel e Thiago Peixoto: deputados do PSD por Goiás | Foto: Fernando Leite

O PSD, segundo informa o líder da bancada na Câmara, deputado Marcos Montes (MG), decidiu apoiar a temerosa reeleição do atual presidente, Rodrigo Maia (DEM), na disputa pelo comando da Casa.

Após reunião nesta segunda-feira (23/1), o partido planeja fechar questão — caso a Justiça autorize o registro da chapa do democrata. No entanto, o assunto ainda deve ser discutido com os 37 parlamentares do PSD — incluindo os dois goianos, Thiago Peixoto e Heuler Cruvinel.

Ao Jornal Opção, Heuler disse que há uma reunião marcada para esta terça (24), quando o tema será melhor debatido. A expectativa é de que, mesmo com posicionamentos contrários — incluindo o de Rogério Rosso (DF), que já se lançou candidato –, o PSD componha com Maia.

Apesar de parecer jurídico contrário, o presidente Michel Temer (PMDB) trabalha pesado para garantir que o democrata consiga registrar sua candidatura. A pressão em cima dos partidos da base pelo governo tem aumentado com o crescimento do goiano Jovair Arantes (PTB).

Considerado independente e um dos maiores conhecedores do Legislativo, Jovair tenta conquistar os votos do chamado baixo clero — grupo de parlamentares que não é privilegiado pelo Planalto e, por vezes, esquecido pelas cúpulas partidárias.

Heuler Cruvinel fez questão de elogiar o trabalho do petebista como líder da bancada de Goiás e explicou que conversará com ele antes de tomar uma decisão. “Tenho certeza que seria muito bom para nosso estado ter um presidente da Câmara. Além disso, Jovair sempre foi um amigo, que trabalha incessantemente por todos”, completou.

A eleição da nova mesa diretora da Câmara está marcada para o dia 1º de fevereiro, mas pode ser prorrogada.  Até agora quatro candidatos se lançaram à disputa: Rodrigo Maia (DEM-RJ), o presidente que tenta uma manobra jurídica para se candidatar à reeleição; Jovair Arantes (PTB-GO); André Figueiredo (PDT-CE); e Rogério Rosso (PSD-DF), que deve desistir após o próprio partido o abandonar.

Jornal Opção tentou contato com o deputado Thiago Peixoto, mas não obteve sucesso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.