Grupo de operações especiais da Aeronáutica faz treinamento em Goiânia

Esquadrão Aeroterrestre de Salvamento (EAS), também conhecido como PARA-SAR, participa da adestramento para as Olimpíadas de 2016

Sgt Johnson/ Força Aérea Brasileira

Sgt Johnson/ Força Aérea Brasileira

O Esquadrão Aeroterrestre de Salvamento (EAS), conhecido como PARA-SAR, participa até o próximo sábado, 14/11, da quarta fase do Adestramento Conjunto de Operações Especiais (OpEsp) das Forças Armadas, que é realizado na Brigada de Operações Especiais do Exército, sediada em Goiânia, no Setor Guanabara. O exercício, organizado pelo Ministério da Defesa, promove um intercâmbio de conhecimento entre as Forças, visando a segurança dos próximos grandes eventos realizados no País, como as Olimpíadas do Rio de Janeiro de 2016.

A atual fase, coordenada pelo Exército Brasileiro (EB), é realizada no Comando de Operações Especiais do Exército, responsável pelas atividades voltadas ao combate urbano. O adestramento, que reúne cerca de 60 militares, conta com a participação das Operações Especiais da Marinha do Brasil e da Força Aérea Brasileira (FAB). Também foram convidados militares da Força Nacional e da Polícia Rodoviária Federal.

Entre as atividades, os militares participam de instruções de tiro básico, avançado e noturno. Com seus respectivos armamentos, os militares das forças especiais fazem disparos de pistola e fuzil a distâncias controladas e também em movimento. No período noturno, eles também participam de adestramento com óculos de visão noturna (NVG). As informações são da Forças Aérea Brasileira (FAB).

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.