Governo lança aplicativo que permite testagem e monitoramento de Covid-19 em Goiás

Setenta e oito municípios do estado estão aptos a usar ferramenta. Goiânia fará teste piloto

Secretário de Saúde, Ismael Alexandrino; vice-governador Lincoln Tejota; governador Ronaldo Caiado; secretária municipal de Saúde, Flavia Mrué e secretário-geral da Governadoria, Adriano Rocha Lima |Foto: Jota Eurípedes / Vice-governadoria

Com capacidade inicial de 1 mil exames por dia, o Governo de Goiás lançou na tarde desta quarta-feira, 22, o aplicativo Dados do Bem. A ferramenta tem o objetivo de monitorar e indicar o caminho que o coronavírus percorre no estado, através de testagem em massa.

Goiânia é a primeira cidade a usar essa a ferramenta na forma de teste piloto. A ideia é que os moradores dos municípios — ao todo foram selecionado 78, em todo estado — baixem o aplicativo, pelas lojas digitais Google Play e Apple Store, e façam autoavaliação. A partir dessa avaliação, o app indica ou não testagem.

Os testes realizados serão de PCR/RT, com coleta nasal, que são considerados mais robustos. A coleta será enviada à Fio Cruz, no Rio de Janeiro, para análise.

Caso dê resultado positivo, o app pede indicação de cinco contatos diretos do paciente inicial, para testagem. Assim, o governo espera monitorar o caminho que o coronavirus percorre em Goiás, para futura aplicação de políticas públicas.

O governador Ronaldo Caiado (DEM) salienta que o compromisso do estado é salvar vidas, e que não haverá pressão que possa tirar esse foco.”Temos capacidade maior de isolar os pacientes, se continuarmos assim, continuaremos abertos. Caso seja necessário, se leitos faltarem, ou nossa saúde correr risco de colapsar, vamos fechar novamente”, avalia.

Caiado avalia que o estado de Goiás saiu na frente ao fazer a primeira quarentena do país, no início de março, o que deu tempo para equipar todas as macroregiões para que os pacientes não precisassem buscar tratamento em Goiânia e Anápolis.

Também diz que, ao receber propostas de testes rápidos, mandou ao Laboratório Central do Estado (Lacen), que demonstrou que tais testes eram ineficazes — 30% havia dado falsos negativos. Por isso, dá prioridade para testes de PRC/RT como os que serão aplicados a partir do app.

“Hoje vamos correr atrás do vírus, não correr dele. O aplicativo é mais uma ferramenta para monitorar, não só a pessoa [contaminada], mas também os contatos diretos. Assim, podemos fazer o mapeamento do vírus na comunidade, permitindo teste e controle. O Dados do Bem”, diz Caiado.

A secretária municipal de Saúde, Flavia Mrué, salienta que o app vai somar à estrategia de Goiânia e ampliar o número de testes. “Acredito que esse é um dos passos no combate à Covid-19, uma vez que podemos testar, identificar e quebrar a cadeia epidemiológica”, aponta.

Mapa

O secretário-geral da Governadoria, Adriano Rocha Lima, salienta que é fundamental que a população adira ao aplicativo. Até a tarde desta quarta, mais de 400 mil pessoas estão monitorados pela ferramenta, das quais 7 mil em Goiás.

“É importante que a população baixe o app e faça autoavaliação. Além disso, indique outras cinco que tenha relacionamento no dia a dia. Todos receberão vaucher, caso o primeiro dê positivo, para serem testados A partir disso, podemos combinar dados, montar mapa de calor para tomarmos decisões”, diz.

O app foi desenvolvido e cedido através de parceria com a Fio Cruz. O Rio de Janeiro já faz uso da ferramenta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.