Governo desmente extinção de benefícios a polícias em pacote de austeridade

Vice-governador garantiu, em vídeo, que medidas para recuperação econômica de Goiás não afetarão o posto imediato e o IP-20

O vice-governador e secretário de Segurança Pública e Administração Penitenciária de Goiás, José Eliton (PSDB), garantiu, em vídeo publicado neste sábado (10/12), que o pacote de medidas para recuperação econômica apresentado pela administração Marconi Perillo (PSDB) não extinguirá benefícios às polícias goianas.

Segundo ele, as informações de que haveria um projeto específico para acabar com o posto imediato (possibilidade de policiais ascenderem uma patente antes de se aposentarem) e o IP-20 (semelhante ao posto imediato, mas para oficiais que atingiram o posto máximo) não são verdadeiras.

“Fui informado de uma série de boatos que estão correndo nas redes sociais, em grupos de WhatsApp ou no seio da corporação, criando angústias e inseguranças na tropa […] Quem espalha este tipo de boato chega às raias da irresponsabilidade! O governo não discutiu essa questão e não há qualquer mensagem sendo enviada à Assembleia Legislativa que trate deste tema”, garantiu.

Eliton destaca que o governo de Goiás tem concedido aumentos e promoções aos servidores da segurança pública, reconhecendo a excelência do trabalho prestado por cada policial.

“Portanto, quero aqui destacar o nosso compromisso em manter conquistas importantes para que possamos ter em continuidade uma polícia que garanta excelência na sua atuação”, arrematou.

Veja abaixo:

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.