Governo conversa com deputados para ampliar base, diz Lissauer Vieira

Segundo Lissauer ainda não há nomes definidos para as comissões da Alego, entretanto, Humberto Aidar deve ser presidente da CCJ

Atual presidente da Alego, Lissauer será reconduzido ao cargo na próxima segunda-feira, 1| Foto: Hellenn Reis / Alego

Na próxima segunda-feira, 1, ocorre a posse da nova Mesa Diretora da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego). Atual presidente da casa, Lissauer Vieira (PSB), será reconduzido ao cargo. Além de Lissauer, Henrique Arantes (MDB – 1ª vice-presidência), Cairo Salim (Pros – 2ª vice-presidência), Major Araújo (PSL – 3ª vice-presidência), Álvaro Guimarães (DEM – 1ª Secretaria), Júlio Pina (PRTB – 2ª Secretaria), Tião Caroço (sem partido – 3ª Secretaria) e Iso Moreira (DEM – 4ª Secretaria), irão assumir os seus cargos na casa.

Com a definição dos nomes que farão parte da mesa diretora, ainda há uma incógnita sobre os deputados que irão assumir as 17 comissões da casa. Em entrevista ao Jornal Opção, Lissauer Vieira disse que os nomes só serão definidos apenas na 1ª Sessão Ordinária da casa. No entanto, o parlamentar adiantou que Humberto Aidar, atual presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), deve ser reconduzido ao cargo. 

Nos bastidores, há negociações para que o governo amplie a sua base aliada dentro da Alego. A intenção foi confirmada por Lissauer Vieira, o parlamentar destacou que há conversas para que novos nomes sejam integrados a base aliada, mesmo com o governo contando com a maioria da casa. No entanto, Lissauer fez uma ressalva, ao lembrar que deputados que fazem oposição ao governo podem votar a favor dependendo dos projetos que forem apresentados na casa. “É claro que cada deputado tem a sua opinião formada em relação a ser oposição ou não ou defender alguns segmentos e projetos de lei específicos. Em todos os projetos que foram colocados até hoje, houve votos para aprová-los. Há base e votos suficientes na casa”, frisou o parlamentar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.