Governador determina afastamento imediato de PM que “confiscou” panelas de manifestante

Agentes alegaram que a médica Claudiana Ramos Caiado poderia se manifestar livremente, mas sem os utensílios 

Foto: Marcelo Gouveia/Jornal Opção Online

Foto: Marcelo Gouveia/Jornal Opção Online

O governador Marconi Perillo (PDSB) determinou o afastamento imediato do policial que “confiscou” tampas de panela de uma manifestante, na última quinta-feira (19/3), durante visita da presidente Dilma Rousseff (PT) a Goiânia. “O governo de Goiás respeita e defende o direito à livre e pacífica manifestação de seus cidadãos”, diz nota divulgada pela gerência de comunicação da gestão estadual.

O Jornal Opção Online acompanhou de perto a abordagem policial em questão. Acompanhada da filha de seis anos, a médica Claudiana Ramos Caiado chegou ao local batendo as tampas e foi impedida por dois agentes da Polícia Militar, que confiscaram os objetos das mãos da mulher, causando um pequeno tumulto.

Claudiana reagiu e chegou a entrar na frente de uma viatura da PM na tentativa de impedir que os policiais levassem os utensílios. Os agentes alegaram que a médica poderia se manifestar livremente, mas sem os objetos.

Em entrevista à reportagem, Claudiana afirmou que a abordagem policial foi “bastante agressiva”. “Não existe artigo nenhum que me impede de manifestar e estamos em um espaço público e aberto”, alegou.

Confira a íntegra da nota divulgada pela assessoria de comunicação do governador:

Tão logo tomou conhecimento, o governador Marconi Perillo determinou ao secretário de Segurança Pública e Administração Penitenciária, Joaquim Mesquita, e ao comandante da Polícia Militar, coronel Sílvio Benedito Alves, o afastamento imediato do policial que se envolveu em incidente com um grupo de manifestantes durante a visita da presidente Dilma Rousseff a Goiânia, na tarde da última quinta-feira (19 de março).

O Governo de Goiás observa que não há qualquer treinamento ou orientação por parte de suas forças de segurança que coadunem com a ação impensada do policial. O Governo de Goiás respeita e defende o direito à livre e pacífica manifestação de seus cidadãos. Esta tem sido a postura em relação a todas as manifestações no Estado.

 

Deixe um comentário