Governador afastado, Mauro Carlesse apresenta defesa na comissão especial do impeachment

No documento de defesa, governador acusa o deputado Júnior Geo e o governador em exercício Wanderlei Barbosa de interesse eleitoral no processo 

Advogado Juvenal Klayber protocolou defesa um dia antes do prazo | Foto: Divulgação

O advogado Juvenal Klayber protocolou na Assembleia Legislativa na segunda-feira, 14, um dia antes do encerramento do prazo, a defesa do governador afastado Mauro Carlesse (PSL) junto à Comissão Especial Processante do impeachment, que investiga denúncias de crime de responsabilidade que motivaram o afastamento do governador pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ).

No documento, Carlesse diz que o processo do impeachment tem motivação política e cita o deputado Júnior Geo (Pros), relator do processo, e o governador em exercício Wanderlei Barbosa (sem partido) como os interessados no processo. Júnior Geo tem 10 dias para apresentar relatório, que pode levar ao arquivamento ou prosseguimento do impeachment. “Agora que chegou a defesa do governador afastado nós temos um prazo de até 10 dias para analisar o documento juntamente com as denúncias que motivaram o pedido de impeachment”, explica o deputado, informando que o relatório final será elaborado tendo com base no que foi apurado da defesa e do pedido de impeachment.

Geo explica que relatório será apreciado pela Comissão, podendo ter continuidade ou arquivamento.  Após a aprovação na Comissão Especial o processo seque para o plenário onde também é votado, se aprovado prossegue, se reprovado vai para arquivamento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.