Goiás registra sexta morte de motociclista em menos de 15 dias

De acordo com a PRF, os acidentes fatais envolvendo motos possuem motivações diversas, mas com um aspecto em comum na maioria deles, a falta de atenção ao trânsito

Um motociclista de 55 anos, inabilitado, morreu na manhã desta quarta-feira (14/11) após uma caminhonete colidir na traseira da moto que ele conduzia na BR-060, no perímetro urbano de Acreúna, no sudoeste goiano.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o acidente aconteceu por volta das 6h30 quando o homem, morador de Acreúna, seguia para o trabalho, na zona rural do município. O motorista da caminhonete contou que a motocicleta adentrou a rodovia abruptamente, não havendo tempo para evitar a colisão. A moto foi arrastada por cerca de 40 metros.

Ainda segundo a corpotação, com o impacto, o homem veio a óbito no local. Em 14 dias, essa é a sexta morte envolvendo motociclistas nas rodovias federais goianas.

A PRF afirma que os acidentes fatais envolvendo motos possuem motivações diversas, mas com um aspecto em comum na maioria deles, a falta de atenção ao trânsito. “Velocidade incompatível com o local, fazendo com que o condutor perca o controle da motocicleta, desobediência à sinalização da via, não respeitando os locais adequados para adentrar à rodovia ou deixando de observar atentamente a velocidade e fluxo de veículos”, afirma.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.