Goiânia reforça vistorias em cemitérios no combate ao Aedes Aegypti

Fiscalização reforçada por conta do dia de Finados estão sendo realizadas nesta segunda e terça-feira (25 e 26/10) para verificar a existência de criadouros do Aedes Aegypti

Com a proximidade do Dia de Finados, o Centro de Controle de Zoonose (CCZ) de Goiânia realiza nessa semana uma ação intensificada de vistoria nos seis cemitérios da cidade, como objetivo de identificar locais que possam ser criadouros do Aedes Aegypti, o mosquito responsável pela transmissão da dengue, do zika vírus e da chikungunya.

“Os agentes procuram objetos que possam acumular água, principalmente vasos e arranjos de flores que vêm embrulhados em enfeite plástico, e ainda orientar os funcionários dos cemitérios quanto a retirada desses materiais para que o local não sirva de multiplicador de mosquitos”, ressaltou Izaías de Araújo, gerente de Controle de Vetores da Zoonoses.

A vistoria reforçada teve início pelos maiores cemitérios da capital, que são o Cemitério Santana e o Cemitério Parque. Desde o começo da manhã, os agentes estão vistoriando edificações e áreas de abrangência.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.