Goiânia é a segunda capital com maior valorização de imóveis do país

Foi registrado, porém, uma queda na valorização média nacional, abaixo da inflação do primeiro trimestre

Foto: Fernando Leite/Jornal Opção Online

Imóveis goianos valorizaram o dobro da média nacional nos últimos 12 meses | Foto: Fernando Leite/Jornal Opção

Enquanto o mercado imobiliário dá sinais de desaceleração em todo o Brasil, Goiânia vai na contramão e conquista o segundo lugar no ranking das capitais em valorização de imóveis. Segundo o Índice FipeZap de Preços de Imóveis Anunciados divulgado no último mês de março, os imóveis goianos valorizaram o dobro da média nacional nos últimos 12 meses.

A pesquisa, que abrange 20 municípios brasileiros, aponta que o aumento em Goiás foi de 10,82% acima da inflação medida para o mesmo período, enquanto a média nacional foi de 5,34%. Apesar de estar no topo do ranking de valorização de imóveis, Goiás tem o segundo metro quadrado mais barato do país, custando R$ 4.017.

A valorização detectada pela pesquisa se deve ao desenvolvimento do estado nos últimos anos. O crescimento do PIB de Goiânia, por exemplo, foi de 23,2% entre 2010 e 2012, enquanto a média nacional foi de 14,3%. Outro motivo foi a diminuição dos lançamentos em 2014, o que favoreceu a queda dos estoques — imóveis em construção que não haviam sido vendidos. De acordo com a Associação das Empresas do Mercado Imobiliário de Goiás (Ademi-GO), o estado tinha 13 mil unidades ofertadas em 2011, já em 2014 esse número caiu para 9,4 mil.

O Índice mostrou, entretanto, uma queda na valorização média acumulada nacional no primeiro trimestre de 2015. A valorização ficou em 0,69%, enquanto a inflação prevista para o mesmo período, segundo o IBGE, foi de 3,91%. Essa queda real (variação menor do que a inflação) de 3,1% pode favorecer quem está procurando imóveis para comprar.

Deixe um comentário