Francisco Oliveira defende investigados da Operação Decantação: “Homens honrados”

Deputado tucano condenou postura da oposição, que criticou o ex-presidente da Saneago, José Taveira Rocha e o presidente estadual do PSDB, Afrêni Gonçalves

| Foto: Ruber Couto

“Não vamos permitir que deputados venham achincalhar pessoas que merecem respeito”, declarou | Foto: Ruber Couto

O deputado estadual Francisco Oliveira (PSDB) subiu à tribuna nesta quarta-feira (31/8) para defender o ex-presidente da Saneago, José Taveira Rocha e o presidente estadual do PSDB, Afrêni Gonçalves, investigados na Operação Decantação. “Eles são defensáveis, sim. São homens honrados e que não têm nada a temer”, afirmou ele.

A fala de Francisco foi feita em resposta a José Nelto (PMDB), que criticou os investigados. Na opinião do tucano, no entanto, falta cautela nas falas da oposição, que condenam os envolvidos antecipadamente, ultrapassando inclusive o parecer da Justiça. E garantiu: “Não vamos permitir que deputados venham, aqui, achincalhar pessoas que merecem respeito”.

“Não permitiremos que esse processo da Saneago desmoralize nosso Governo. Se tem uma coisa que Marconi faz é tocar o governo com seriedade”, defendeu Francisco. Além de Francisco, outros parlamentares, como Santana Gomes (PSL) e Cláudio Meirelles (PR), também subiram à tribuna para criticar o deputado peemedebista.

Operação Decantação

A Polícia Federal (PF) deflagrou, na última quarta-feira (24), a Operação Decantação, que investiga esquema de corrupção na Saneago que teria desviado R$ 4,5 milhões da empresa. Segundo a PF, dirigentes e colaboradores da estatal fraudaram licitações para contratar uma empresa que recebia recursos federais para pagar dívidas de campanha. Afreni e José Taveira foram presos sob suspeita de envolvimento no esquema, mas foram soltos no início de segunda-feira (29).

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.