Foragida por 39 dias, prefeita de cidade do Maranhão se entrega à PF

A jovem ficou conhecida por exibir nas redes sociais uma vida regrada a festas, eventos sociais e luxo

lidiane

Foto: divulgação

Suspeita de desviar mais de R$ 15 milhões da Educação, a prefeita afastada de Bom Jardim, do Maranhão, Lidiane Leite da Silva, se entregou nesta segunda-feira (28/9) para a Polícia Federal (PF), em São Luís. A cidade possui 40 mil habitantes.

Conhecida como “prefeita ostentação”, a jovem de 25 anos ficou conhecida por exibir nas redes sociais uma vida regrada a festas, eventos sociais e luxo. Lidiane estava foragida há 39 dias, desde a deflagração da Operação Éden, da PF.

A denúncia, feita pelo Ministério Público, alega fraudes em licitações na compra de materiais de construção, mobiliário e merenda nas escolas no ano passado. Além disso, em outubro do ano passado a prefeita afastada reduziu os salários dos professores da rede municipal.

Lidiane chegou ao cargo por uma acaso. A alguns dias das eleições de 2012, a jovem assumiu a candidatura no lugar do namorado, o empresário pecuarista Beto Rocha, que foi barrado pela Lei da Ficha Limpa.

Assim que foi empossada, Lidiane nomeou o namorado como secretário de Assuntos Políticos. Durante a administração, a jovem já havia sido afastada do cargo três vezes, mas voltou após decisões judiciais provisórias. (Com informações do G1 do Maranhão)

Uma resposta para “Foragida por 39 dias, prefeita de cidade do Maranhão se entrega à PF”

  1. Avatar Lita Carneiro disse:

    Jovem e bonita não falta quem queira protegê-la. Outras decisões judiciais favoráveis virão. Revoltante ver pela TV, o estado de pobreza e abandono da escola onde as crianças estudam ou frequentam. Desviar dinheiro público da merenda escolar deveria ser crime inafiançável. Criaturas iguais a essa merecem a indiferença e o desprezo da população honesta. Tomara, que depois de julgada e punida, a “prefeita” venha ser escorraçada da pequena cidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.