Ex-prefeito de Pirenópolis é alvo de operação que investiga fraudes em licitações

Suposto esquema de corrupção envolve também a participação de servidores da prefeitura e empresários

A Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra a Administração Pública (Dercap) deflagrou na quinta-feira, 7, a Operação Resquício. A ação visa cumprir dois mandados de busca e apreensão expedidos pelo Judiciário contra o ex-prefeito de Pirenópolis, João Batista Cabral – o João do Leo.

As apurações apontam indícios de participação do ex-chefe do Executivo do município em um esquema criminoso que vem sendo apurado desde 2019, envolvendo fraudes em procedimentos licitatórios para contratação de empresa responsável pela limpeza urbana.

Em 2019, a Polícia Civil concluiu Inquérito Policial onde apurou-se a participação de vários servidores da Prefeitura e alguns empresários no esquema, os quais, inclusive, já foram denunciados pelo Ministério Público e respondem a processo criminal. Agora, as investigações seguem tendo o ex-prefeito como investigado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.