Ex-PM que ameaçou de morte o ministro Alexandre de Moraes é preso em Minas Gerais

O policial usou o Twitter para ameaçar o ministro

Nesta segunda-feira, 6, a Polícia Federal prendeu o ex- policial militar, Cássio Rodrigues Costa Souza. Anteriormente, ele havia usado sua conta no Twitter para ameaçar o ministro do  Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes.

“Terça-feira (7 de setembro), vamos te matar e matar toda a sua família, seu vagabundo”, disse o policial em sua página no Twitter no dia 4 de setembro. Ele foi preso em Conselheiro Lafaiete, na Região Central de Minas Gerais.

Na ordem de prisão,  a subprocuradora-geral da República, Lindôra Maria Araujo alega que “tais mensagens, além de ultrapassarem todo e qualquer limite que possa vir a ser conferido ao exercício constitucional da liberdade de expressão, possuem nítidos contornos criminosos, colocando em risco não apenas a regularidade da atuação das instituições democráticas, em especial o Poder Judiciário, mas também a vida de sua excelência e familiares”. A prisão preventiva foi por decisão de Moraes.

Cássio tinha excluído o tuíte, contudo o post já tinha viralizado e chegou ao conhecimento do Twitter o teor da mensagem. Por conta disso, a conta de Cássio foi excluída por infringir as regras da plataforma.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.