Eunício Oliveira diz que arrematou imóvel de Ciro Gomes só por “sacanagem”

Leilão do apartamento é para pagamento de dívida de indenização que Gomes deve a Collor

“Estava barato”, disse Eunício Oliveira sobre o imóvel que comprou de seu adversário, Ciro Gomes

O Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ-SP), decidiu, no último dia 22, que Ciro Gomes (PDT) entregue um apartamento localizado em Fortaleza e avaliado em R$ 409.647,90 a Eunício Oliveira (MDB). O imóvel foi arrematado para o pagamento de uma indenização de dano moral que Ciro tem com o ex-presidente e senador por Alagoas, Fernando Collor de Mello (Pros).

Eunício foi quem arrematou o imóvel em um leilão realizado pela Caixa Econômica Federal, em julho, e desembolsou R$ 520 mil pelo apartamento. O ex-presidente do Senado é um dos principais adversários políticos do ex-ministro no Ceará, Ciro Gomes.

À revista Veja, Eunício disse que arrematou o imóvel só por “sacanagem… O homem não administra nem o patrimônio dele, quer administrar o Brasil?”. Já ao Folha de S. Paulo, ele afirmou que o apartamento “estava barato”. “Eu já ganhei quatro processos, tenho R$ 600 mil para receber dele [Ciro Gomes]. O que ele tiver, vai: casa, carro”, disse ao jornal.

O processo contra Ciro Gomes veio, após o pedetista dizer em uma entrevista publicada em 1999, que o ex-presidente Lula deveria ter chamado Fernando Collor de “playboy safado” e “cheirador de cocaína” em debate nas eleições presidenciáveis de 1989. Ciro foi processado e obrigado a pagar uma indenização de danos morais no valor de R$ 400 mil a Collor.

Na decisão, a juíza Paloma Moreira de Assis Carvalho declarou que: “Com vistas a findar o procedimento, entregando-se o bem ao arrematante de boa-fé, determino que seja resguardado o valor depositado para pagamento da Caixa Econômica Federal, a qual deverá informar nos autos dos embargos à execução, em trâmite na 7ª Vara Cível Federal de São Paulo, a realização do acordo”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.