Etanol é mais competitivo do que a gasolina em Goiás, SP e MG, aponta ANP

Média do combustível de cana ou milho em relação ao derivado do petróleo ficou em paridade de 69,29% em todo o Brasil

Levantamento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), compilado pelo AE-Taxas, mostra preços mais competitivos do etanol em relação a gasolina, na semana passada, em três estados: Goiás, Minas Gerais e São Paulo.

No período, a paridade entre os dois combustíveis foi registrada a 66,89% em Goiás; 67,99% em Minas Gerais; e 68,59% em São Paulo. Na média dos postos pesquisados em todo o País, o etanol foi encontrado com paridade de 69,29% comparado a gasolina, sendo mais favorável o abastecimento com o produto do que o derivado do petróleo.

Para isso é levado em consideração que o etanol de cana ou de milho, por ter menor poder calorífico, se mantenha no preço limite de 70% ante o preço da gasolina, para ser vantajoso o uso. O setor entende que o etanol pode ser competitivo com paridade maior do que o percentual, a depender do veículo em que o biocombustível é utilizado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.