Presidente da Comissão do Idoso na Câmara Municipal, Paulo Magalhães (PSD), vai montar uma equipe para flagrar o atendimento aos idosos na saúde pública de Goiânia

Vereador Paulo Magalhães (SD) discursa durante abertura do ano legislativo | Foto: Alberto Maia

Mais um vereador considerado próximo ao prefeito Iris Rezende (MDB) reclama da altivez do chefe do Executivo e de como ele orienta seu secretariado. O veterano na Câmara Municipal de Goiânia, Paulo Magalhães (PSD), que se diz amigo de Iris, lamentou a forma como foi tratado pelo emedebista. “Não estamos indo à Prefeitura pedir nada em benefício próprio e sim buscando soluções para a população”, justifica Magalhães sobre as visitas ao Paço.

O primeiro escalão de Iris também foi alvejado pelo vereador, especialmente a secretária de Saúde, Fátima Mrué, que tem recebido críticas de parlamentares há mais de um ano.

“Aquela secretária dele nunca recebeu um vereador em seu gabinete. Eu acho uma falta de respeito porque chegar na Câmara não é fácil. A votação é difícil. Os médicos e enfermeiros precisam ser respeitados. O pessoal que trabalha na limpeza precisa ser respeitado”, desabafa Paulo Magalhães.

Ele sugere também que “o Senhor Iris calce as sandálias franciscanas e seja mais humilde. O tratamento dele comigo foi desrespeitoso, mas pela idade dele não poderia desrespeita-lo”.

“Eu espero que ele possa se arrepender do que fez porque o tenho como amigo”, finaliza o vereador sobre o suposto desrespeito recebido durante a prestação de contas da Prefeitura na Casa.

Ataque à prestação de contas do Executivo

Magalhães engrossa o coro de outros vereadores sobre a suposta maquiagem que o prefeito fez nas contas para apresentar aos vereadores. “A mentira dura até a verdade chegar. Não adianta ele querer maquiar, dizer que a saúde está boa quando não está”.