Em mais um sinal de aproximação, Daniel, Lissauer e Cruz cumprem agenda juntos

Aliança ocorre por conta da prioridade do objetivo em comum que os três possuem

Em mais um sinal de aproximação, o pré-candidato a vice governador Daniel Vilela (MDB), o deputado estadual e presidente da Assembleia Legislativa do Estado de Goiás (Alego), Lissauer Vieira (PSD), e o prefeito Rogério Cruz (Republicanos) cumprem agenda política juntos nesta quarta-feira, 27, em Goiânia. O trio vai participar da inauguração, que está prevista para acontecer a partir das 9 horas, da nova sede do Legislativo goiano. A aproximação ocorre por conta da prioridade do objetivo em comum que os políticos possuem de apoiar o projeto de reeleição do governador Ronaldo Caiado (UB). O prédio leva o nome de Maguito Vilela, pai do emedebista.

Ao fim de outubro do ano passado, o presidente da Alego movimentou o cenário político com declarações polêmicas sobre Daniel Vilela, quando este foi escolhido como pré-candidato a vice na chapa do governador Ronaldo Caiado (UB). Agora, no entanto, garante que a relação com o emedebista está com divergências suavizadas, em prol de “coesão dentro da base aliada do governador”.

Daniel já parece confirmado como vice de Caiado há algum tempo e o presidente da Alego integra os trabalhos de composição da base aliada. Em fevereiro, ele havia se retirado da disputa eleitoral para focar na vida pessoal, mas acabou filiando-se ao PSD, por onde pode concorrer a uma vaga no Senado pela base caiadista. “Os partidos tiveram que conversar entre si para composição de chapa, então aparamos nossas diferenças. Não eram coisas graves que não podiam ser resolvidas. Essas arestas foram aparadas”, garantiu Lissauer.

Agora, ele discute com outros membros do PSD a possibilidade de ser o candidato do partido para a cadeira de Goiás no Senado Federal. Num primeiro momento, o partido focou em garantir chapas de deputados estaduais e federais como primeira meta, e agora parte para a segunda discurso. “Com a saída do Henrique Meirelles, o partido teve que se reestabelecer, mas essa montagem vai ser decidida lá na frente. Por agora, só especulações”, afirma.

A relação entre o prefeito de Goiânia, Rogério Cruz, e o presidente do MDB em Goiás, Daniel Vilela, caminha para pontos de pacificação, cerca de um ano após o rompimento entre as partes. Agora, com foco na reeleição do governador Ronaldo Caiado, o diálogo entre eles apresenta sinais de fortalecimento, mas ainda precisa de avanços. Segundo o prefeito de Goiânia, existe total abertura para conversas.

“O diálogo fortalece nossas prioridades e, no meu caso, a prioridade é estar com o governador Ronaldo Caiado. O Daniel é o vice na chapa, então essa aproximação é muito importante”, diz. Segundo o prefeito, a abertura pelo seu lado sempre existiu já que “todos sabem que eu não tive problema com Daniel”. O distanciamento entre Vilela e Cruz começou em meados de abril de 2021, quando o MDB deixou a prefeitura de Goiânia e Daniel – filho do prefeito eleito, Maguito Vilela, do qual Cruz era vice – chegou a declarar que via “falhas significativas” na gestão. Entre os problemas apontados na época, estava a troca de secretários, antes apontados por Maguito.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.