Em Goiânia, relator da reforma política diz que proposta deve valer já para as próximas eleições

Parecer do deputado Marcelo Castro deve ser finalizado até o final de abril. Expectativa é que projeto seja votado ainda neste ano

Foto: Marcos Kennedy/Alego

Foto: Marcos Kennedy/Alego

Por iniciativa do deputado federal Daniel Vilela (PMDB), o auditório Costa Lima, na Assembleia Legislativa de Goiás, sediou nesta sexta-feira (27/3) um seminário sobre o projeto da reforma política, com a presença do relator da matéria, o peemedebista Marcelo Castro, do Piauí.

A expectativa é que o relatório seja entregue até o final de abril e o projeto aprovado até outubro deste ano. Assim, se tudo correr conforme o planejado, a reforma política passa a valer já nas próximas eleições, segundo avaliação do deputado federal.

Em entrevista coletiva, Marcelo Castro afirmou que a discussão em torno do projeto não pode ser mais adiada e defendeu um “consenso”, em que a posição de nenhum partido político possa ser considerada como a “ideal”, mas que todas as lideranças possam conversar e ceder em alguns pontos para que se chegue a um denominador comum.

Para buscar esse consenso, o peemedebista tem realizado seminários em diversos Estados e buscado o auxílio de associações organizadas da sociedade. Conforme Marcelo Castro, o principal objetivo da reforma é empreender uma reaproximação entre a classe política e a população.

“A primeira influência que precisamos tomar é diminuir a influência excessiva do poder econômico no resultado das eleições”, pontuou ao comentar sobre o fim do financiamento privado de campanhas.

Outra bandeira que a reforma política deve levantar é a coincidência das eleições, não se sabe ainda se para 2018 ou 2022. Durante seminário, Marcelo Castro também propôs incluir em seu parecer uma cláusula de desempenho individual para candidatos a deputados. Com isso, os candidatos deveriam atingir uma votação mínima para serem eleitos.

1
Deixe um comentário

1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors
willian Machado

O povo não suporta mais tanta enrolação.FHC prometeu a reforma politica(8 anos),Lula prometeu a fazer a reforma politica( 8 anos).Dilma promoteu fazer a reforma politica no seu primeiro mandato( 4 anos),não fez.São mais de 20 anos todos mentindo e levando o povo na conversa.Os 513 deputados federais e os 81 senadores não estão fazendo mais que obrigação de votar essa reforma politica.Reforma poltica tem que FINANCIAMENTO PUBLICO EXCLUSIVO.Reforma politica com financiamento privado ou misto não é reforma politica é continuar a CORRUPÇAO.Eu não o porque os que compram suas eleiçoes tem tando medo de enfrentar uma campanha politica com FINANCIAMENTO… Leia mais