Em carta endereçada a peemedebistas, Júnior Friboi sinaliza apoio a Marconi

O empresário chama a votação de Iris Rezende de “pífia”, além de dizer que a derrota de dona Iris foi vergonhosa. O empresário critica o candidato peemedebista, e garante que o cargo de governador de Goiás será novamente do tucano Marconi

Sarah Teófilo e Marcelo Gouveia

Foi o apoiador de Marconi Perillo (PSDB), Frederico Jayme (PMDB), que em seu apartamento divulgou à imprensa uma carta do empresário José Batista Júnior, o Júnior Friboi (PMDB), endereçada aos seus companheiros de partido. Na carta, Friboi declara apoio a sua sigla, mas diz que quem vai ganhar as eleições será novamente o governador tucano. O empresário ficou de fora do pleito ao governo do Estado deste ano, após o espaço ter sido ocupado mais uma vez pelo decano peemedebista Iris Rezende.

“Coloco-me à disposição de todos quantos queiram comigo somar esforços para a reconstrução do PMDB após o próximo dia 26 de outubro, eis que, por seus méritos pessoais e políticos, por sua modernidade e eficiência, o povo de Goiás reelegerá o governador Marconi Perillo para mais um mandatos frente aos destinos de Goiás”, apontou Friboi em sua carta.

O empresário, que afirmou inicialmente que “participaria apenas como cidadão” deste pleito, não declara claramente apoio a Marconi Perillo em sua carta. Apenas garante que a vaga como governador de Goiás será novamente do tucano. Apesar do teor cauteloso da declaração, o peemedebista Frederico Jayme diz ter certeza que o empresário do ramo de carnes está de fato em campanha por Marconi. “Ele não vai entrar de cabeça, porque não terá tempo, mas está tomando providências e entrando em contato com seus aliados”, garantiu.

Desde sua desistência em sair como candidato pelo PMDB, esta é a primeira vez que Friboi confirma apoio à candidatura marconista. Até então, a especulação quanto a um possível alinhamento entre Friboi e Marconi Perillo era sempre desmentida pelo empresário.

Em julho deste ano, por exemplo, o fato foi amplamente cogitado quando o principal articulador político do empresário, o advogado Robledo Rezende, disse que iria apoiar o governador Marconi Perillo (PSDB). Na época, o advogado afirmou que tinha sido autorizado por Friboi a declarar apoio ao projeto político do tucano e aglutinar novos apoiadores da oposição à coligação. No último dia 5, Friboi falou sobre isso novamente, explicando que apenas liberou seus companheiros a apoiarem quem quisessem. “Eu me mantive neutro”, disse na época.

Na carta divulgada nesta terça-feira (7), entre outros pontos, Friboi diz que será tarefa dele e de todos que amam Goiás e o PMDB reerguer a sigla. “Restará a nós preparar o PMDB para os novos tempos que virão, livres, enfim, de projetos messiânicos, que só o levaram a sucessivos insucessos nas urnas, como o que hoje estamos presenciando, de forma vergonhosa e triste”, finalizou.

Aludindo a uma “nova era” dentro do PMDB, Friboi acaba por confirmar as até então especulativas pretensões de se lançar candidato ao governo de Goiás no pleito de 2018. Questionado sobre a questão, Frederico Jayme admite que o empresário é um forte pretendente. “Mas o PMDB tem vários outros nomes”, ressalvou, destacando que a legenda necessita urgentemente de uma “oxigenação”.

Veja abaixo a carta de José Batista Júnior na íntegra:

Aos companheiros e companheiras do PMDB

Nesta hora em que meu partido, o PMDB, enfrenta em Goiás a pior fase de sua história, com uma votação pífia do candidato Iris Rezende no primeiro turno das eleições de 2014, a derrota de sua esposa, deputada federal Iris de Araújo, e a de tantos outros parlamentares federais e estaduais – e, pior ainda, outra derrota diante de Marconi Perillo, o melhor candidato para Goiás nesse momento, se avizinhando o segundo turno – dirijo aos companheiros esta manifestação de preocupação com tais fatos, mas também de apreço e de esperança em dias melhores para nossa memorável legenda.

Em primeiro lugar, quero afiançar a todos que não vou abandonar o PMDB em hipótese alguma, mesmo com forte divisão interna e diante de novo revés eleitoral. Quero deixar público meu amor, meu respeito e gratidão ao partido que acolheu com fidalguia a minha postulação ao Governo do Estado, em uma proposta de renovação e de modernidade, projeto válido que foi atropelado em nome da continuidade de projetos pessoais dos quais os companheiros, em razão dos sucessivos fracassos, tentaram escapar.

Meus cumprimentos a todos os parlamentares eleitos e reeleitos, aos quais desejo pleno êxito no desempenho de suas missões. Aos prefeitos, vereadores e demais lideranças peemedebistas, ao mesmo tempo, minha solidariedade. Coloco-me à disposição de todos quantos queiram comigo somar esforços para reconstrução do PMDB após o próximo dia 26 de outubro, eis que, por seus méritos pessoais e políticos, por sa modernidade e efeiciência, o povo de Goiás reelegerá o governador Marconi Perillo para mais um mandato frente aos destinos de Goiás.

Restará a nós que amamos de fato o Estado e o PMDB a tarefa de reeguer o partido e prepará-lo para os novos tempos que virão, livres enfim, de projetos messiânicos, que só levaram a sucessivos insucessos nas urnas, como o que hoje estamos presenciando, de forma vergonhosa e triste.

Um futuro promissor nos aguarda!

José Batista Júnior, Júnior Friboi

6 respostas para “Em carta endereçada a peemedebistas, Júnior Friboi sinaliza apoio a Marconi”

  1. Clebslei Caetano de Souza disse:

    Pelo jeito, o Júnior Friboi é uma liderança negativa, pois um líder busca motivar seus admiradores em momentos difíceis. Veja que ele fala da suposta dificultade que o PMDB enfrenta e já considera a batalha perdida antes de começar. Um verdadeiro Comandante, deve estar na linha de frente buscando soluções. Na minha opinião essa não é a postura de Júnior Friboi, esperada pelos goianos.

  2. Ubiratan disse:

    Gostaria de saber se esse marconista disfarçado ja pagou a dívida de mais de 1 bilhão de reais com a secretaria da fazenda, pagou???

  3. Antonio Alves disse:

    Esse Jr Friboi não passa de um trapalhão mesmo. Está perdendo a oportunidade de juntar os cacos do PMDB para ver se sobra alguma coisa pra ele. Será que espera ter apoio do Marconi ou vai comprar todo o PMDB irista para 2018?! É muita pretenção.

  4. Almir Ferraz disse:

    Neste momento de ressaca eleitora é importante resgatar alguns principios que regem todos os partidos politicos e vai representar um puxao de orelhas para muitos.
    Primeiro – o estatuto do partido tem que ser obedecido ou entao rasgado. Antes de declarar apoio a candidato de partido adversario o sujeito -seja la quem for – deve comunicar seu desligamento da sigla. Neste sentido parabenixo o Jr Friboi a meu o mais ajuizado desses aloprados do Pmdb. Tanto o Iris e tambem a doa Iris quanto o Frederico e Cia pintaram e bordaram e pasmem nao foram advertidos pelo partido. Neste ponto tem muito que aprender com o Pt e mais. Os fundadores por mais historicos ou pre historicos que sejam deviam liderar pelo exemplo ou sejam deviam servir o partido e nao servir-se dele.

  5. Ademar disse:

    E eu na minha insignificancia, como militante Peemedbista, fiz parte do ´´Fica Friboi“ e do ´´Volta Friboi“ alguém deve olhar pra mim e dizer : Sabe de nada INOCENTE. – Decepção….

  6. Diogo Álvares da Silva disse:

    Junior do FRIBO além de não ter cunho político e nem vocação, e que na minha pequena experiência política achava o contrário, demonstra total falta de partidarismo. Realmente decepciona, pois deve ser mais um que foi comprado pelo tucano Marcone Perillo. Talvez, seja pela enorme dívida em tributos que sua empresa possui junto ao estado de Goiás e União. Júnior fala em apoio, mais se quer, subiu em um palanque em prol do seu partido e quem dirá pedir se quer um voto. Não tem capacidade de saber, e nunca vai, de que se trata uma campahnha política. Quem é ele pra falar de votação ‘pífia’ de um político que teve mais de 800 mil votos no estado de Goiás e, além do mais, quem é ele para falar de Iris de Araújo que pleitiva mais um mandato depois de tantos. Realmente, como político, ele não sabe o que está falando. Aliás, penso que nem foi ele que escreveu está carta, pois realmente, quem viu e ouviu seus fracos discursos sabe disso.
    Por fim, tenho dó desta pessoa, Júnior do FRIBOI, que não é e nunca será uma pessoajqualquer influência política no estado de Goiás.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.