Em busca de maior arrecadação, Paço começa a protestar títulos de contribuintes inadimplentes

Gestão municipal espera reaver, com esta única iniciativa, cerca de R$ 120 milhões

Em busca de maior arrecadação, a Prefeitura de Goiânia, que amarga uma dura crise financeira, encaminhou, nesta segunda-feira (17/11), aos cartórios de protestos da capital 130 inscrições de débitos de contribuintes inscritos em dívida ativa. Com esta única ação, o Paço espera reaver aproximadamente R$ 120 milhões.

Caso os débitos não sejam quitados em um prazo de três dias, os inadimplentes terão seus nomes negativados. Em nota, a prefeitura alega que a iniciativa de protestar os nomes dos contribuintes devedores faz parte de um pacote de ações, cuja intenção é devolver aos cofres públicos valores referentes a impostos e taxas não pagos.

De acordo com o secretário municipal de Finanças, Jeovalter Correia, dos 130 débitos, 97% são referentes ao Imposto Sobre Serviço (ISS) e 3% ao Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU).

Atualmente, a dívida da prefeitura gira em torno de R$ 1,3 bilhão. Esse valor corresponde à soma dos R$ 988.309.429,33 da dívida fundada e os R$ 400 milhões da dívida flutuante.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.