Dra. Cristina critica pesquisas eleitorais e diz que distância entre Vanderlan e Iris é pequena

Vereadora lembrou primeiro turno, quando Ibope e Serpes estimaram diferença bem maior entre os dois candidatos. Realidade após apuração foi outra 

Foto: Fernando Leite - Jornal Opção

Para a parlamentar, resultado final será muito mais apertado que o que mostram as pesquisas | Foto: Fernando Leite – Jornal Opção

A vereadora Dra. Cristina (PSDB) comentou, neste domingo (23/10), as últimas pesquisas Ibope e Serpes, que apontaram uma diferença de até 16 pontos entre Iris Rezende (PMDB) e Vanderlan Cardoso (PSB). Para ela, a realidade no segundo turno será diferente: “O resultado final das eleições mostrará um cenário bem mais apertado”.

“Houve um erro ai nas pesquisas, o que apontava pro Vanderlan era muito menor do que ele teve no primeiro turno”, lembrou ela. Embora os dois institutos terem previsto uma ampla vantagem para Iris, a vantagem não foi tão ampla e o candidato do PSB conseguiu mais votos que o estimado: o peemedebista teve 40,47% enquanto Vanderlan atingiu 31,84%.

Cristina também questionou os métodos dos institutos, lembrando que certos fatores podem interferir no resultado final: “Depende muito da região em que está sendo pesquisado, por exemplo”.

Para a vereadora, é preciso cobrar mais responsabilidade das empresas. “Eu não acredito de forma alguma nessa diferença de 16 pontos. As medidas jurídicas que devem ser tomadas pela equipe do Vanderlan já estão sendo tomadas”, garantiu ela.

Ela lamenta os resultados principalmente porque, lembra, podem influenciar muito os eleitores, principalmente os indecisos. “E também existe a tradição de votar em que o eleitor acha vai ganhar, pra não perder o voto”, pontua ela.

Presidência da Câmara

Reeleita este ano para o próximo mandato, Cristina pode ser a próxima presidente da Câmara dos Vereadores de Goiânia, a primeira mulher a ocupar o cargo. A tucana já iniciou conversas para viabilizar seu nome e admite ter interesse na sucessão de Anselmo Pereira (PSDB). “Venho conversando com as pessoas, acho que é hora de construir uma mesa diretora que ouça a população”, afirmou.

E a maior demanda do povo, ressalta, é por renovação: “As eleições mostraram isso”. “É um momento em que a gente precisa ter o rodízio, acho isso muito saudável, temos vários nomes entrando e qualquer um pode se candidatar”.

1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Mario Borges

Agora só no proximo domingo às 19,00 horas …..