Dilma deve sancionar integralmente Lei dos Caminhoneiros

Depois de avaliar que houve redução nos protestos, Governo cumpre propostas apresentadas na última semana durante reunião de negociação com manifestantes

Foto: Ed Santos/ Acorda Cidade

Foto: Ed Santos/ Acorda Cidade

Depois de o governo avaliar que houve redução das manifestações de caminhoneiros que bloqueiam rodovias federais, a presidenta Dilma Rousseff vai sancionar nesta segunda-feira (2/3) a Lei dos Caminhoneiros. A informação é da Secretaria-Geral da Presidência da República.

A sanção da lei faz parte das propostas apresentadas pelo governo no dia 26 de fevereiro durante reunião para acabar com os protestos. Na ocasião, o governo se comprometeu a sancionar a lei, sem vetos, e prorrogar por 12 meses o pagamento de caminhões por meio do Programa Procaminhoneiro.

Em nota divulgada nesse domingo (1°), a Secretaria-Geral cita a “diminuição do movimento” e reitera o compromisso com as propostas anunciadas. A nota diz ainda que as manifestações estão localizadas na Região Sul do país, com bloqueios concentrados em rodovias federais no Rio Grande do Sul, Paraná e em Santa Catarina.

Entre os aspectos da lei estão a isenção de pagamento de pedágio para eixo suspenso de caminhões vazios, perdão das multas por excesso de peso expedidas nos últimos dois anos e ampliação de pontos de parada para descanso e repouso.

As manifestações começaram há duas semanas e a categoria pede redução do preço do combustível e aumento do valor do frete.

* Com informações da Secretaria-Geral da Presidência da República

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.