Deputados podem votar MP que permite renegociação de dívidas do Fies

Débitos são relativos a contratos formulados até o segundo semestre de 2017, momento a partir do qual o programa foi reformulado

A Câmara dos Deputados pode votar na próxima terça-feira, 17, a Medida Provisória 1090/21, que permite a renegociação de débitos junto ao Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) relativos a contratos formulados até o segundo semestre de 2017, momento a partir do qual o programa foi reformulado.

Segundo o governo, o estoque de contratos dessa época é de 2,4 milhões, com um saldo devedor total de R$ 106,9 bilhões perante os agentes financeiros exclusivos de então (Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil). A taxa de inadimplência desses contratos em atraso de mais de 90 dias gira em torno de 48,8%, somando R$ 7,3 bilhões em prestações não pagas pelos financiados.

A MP foi regulamentada parcialmente por resolução do Comitê Gestor do Fies (CG-Fies), que fixou o período de 7 de março a 31 de agosto de 2022 para o interessado procurar o banco a fim de negociar a dívida.

Uma resposta para “Deputados podem votar MP que permite renegociação de dívidas do Fies”

  1. Boa Noite. Sou Funcionário Público da Saúde do Estado de SP, Cargo Subalterno. Estou inadimplente junto ao Fiés, até Tentei aderir ao Plano, porém Gov Fed entrou com 92% de Desc nas Parcelas que eram R$ 192 x R$ 266,00, c/ Desc ficaria 160 x R$ 200,00. O Problema é que meu Banco, a CX ECON FED, jogou + de 100% em Cima do 1° Desc, sendo assim, minhas Parcelas Ficaram em 150 x R$ 447,00…Com o Salário que o Estado me Paga, quase impossível aderir. Gostaria Mesmo de Voltar a Pagar, mas Desta Forma Fica Difícil, Seria Como “DAR COM UMA MÃO E TOMAR E + UM POUCO MAIS COM A OUTRA”!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.