Deputado estadual propõe Título de Cidadania Goiana ao pastor fundador do Ministério Sal da Terra

Propositura vai passar pela análise de constitucionalidade da Comissão de Constituição, Justiça e Redação

Recém-empossado no Parlamento estadual goiano, o pré-candidato à reeleição a deputado Max Menezes (PSD) apresentou projeto de lei para concessão do Título de Cidadania Goiana ao mineiro Paulo Gonçalves Borges Júnior, natural de Uberlândia.

De acordo com informações do parlamentar, o engenheiro civil e teólogo, junto com um grupo de amigos, deu início ao que se tornaria o Ministério Sal da Terra. Sua vocação ministerial se fundamenta em três pilares principais: unidade da igreja, formação e emancipação de jovens líderes, além da transformação social. Em 2003, mudou-se para Goiânia, onde reside até hoje, e é um dos pastores da Congregação Sal da Terra Alpha.

“Desde que assumiu essa missão, tem contribuído para a disseminação do Evangelho, direção da igreja, e apresentado um trabalho em prol da sociedade”, ressaltou Menezes.

A propositura, protocolada com o número 1943/22, vai passar pela análise de constitucionalidade da Comissão de Constituição, Justiça e Redação e, ser for acolhida, será deliberada pela comissão de mérito e pelo Plenário da Casa de Leis. Na CCJ, o relator é o deputado Charles Bento (MDB).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.