DEM decide continuar negociações sobre fusão com PTB e Caiado emite nota de repúdio

“Não dá para eu participar e conviver com essa fusão. Não vou deixar de lado princípios e doutrina partidária”, afirmou o senador goiano

O senador Ronaldo Caiado (DEM) publicou em sua conta no Facebook uma nota de repúdio à possível fusão entre o Democratas e o PTB, que ganhou mais força no final da tarde desta terça-feira (7/4). Em reunião, a executiva nacional da legenda decidiu, por 21 votos a 4, continuar as negociações com partido trabalhista.

A informação foi divulgada pelo presidente do DEM, senador José Agripino Maia (RN). De acordo com ele, caso a fusão se concretize, “por acordo entre os dois partidos, serão mantidos na Câmara e no Senado os atuais líderes Mendonça Filho (PE) e Ronaldo Caiado, verbalizadores da linha política que o Brasil conhece”.

O senador goiano, por sua vez, afirmou que irá fazer todo tipo de mobilização contra a fusão. Para ele, as duas siglas têm identidades ideológicas muito diferentes para se unirem. “Não dá para eu participar e conviver com essa fusão. Não vou deixar de lado princípios e doutrina partidária. Vou lutar dentro do Democratas contra a fusão”, escreveu.

Confira a íntegra da nota publicada por Caiado:

É triste ver a tese de Lula prevalecer: o Democratas sendo extirpado pelo próprio partido. Por um placar de 21 x 4, ficou decidido que a sigla vai continuar as negociações com o partido trabalhista. Não terei como conviver com uma estrutura sem identidade doutrinária. Só dou conta de ser firme se eu acreditar numa tese. Como 26 deputados oriundos do PTB vão votar com o governo e 21 do Democratas serão oposição? Não dá pra eu participar e conviver com essa fusão. Não vou deixar de lado princípios e doutrina partidária. Vou lutar dentro do Democratas contra a fusão.

Vou fazer todo tipo de mobilização. Fazer uma consulta e uma pesquisa com os filiados. Decisão de cúpula não dá. A fusão é uma tese imediatista, que vai prejudicar a imagem dos políticos do Democratas. Esse critério está errado. Não podemos pensar como 12 anos atrás. A população não aceitará a perda de nossa coerência. É só ver quem migrou para o PSD, o quanto os políticos de lá perderam credibilidade.

O Democratas sofreu todo o tipo de mutilação, sobreviveu e agora é o único partido que pode colher os frutos pelas suas posições. O fato de ter que ficar explicando essa fusão já demonstra o quanto ela começou errado.

 

2 respostas para “DEM decide continuar negociações sobre fusão com PTB e Caiado emite nota de repúdio”

  1. Avatar Antonio Alves disse:

    O Democratas deve permanecer firme até acabar, haja visto que originariamente já foi o maior partido do Brasil. Concordo com o senador, um guerreiro nunca foge à luta, vai até a última batalha.

  2. Avatar Stella Maris Saleme Bretas disse:

    Certíssimo!
    Se o PDT quiser ser de fato oposiçao e vir p o DEM,OK.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.