Waldir se referiu ao episódio em que o então deputado Jair Bolsonaro brigou com Eduardo Bolsonaro, que não compareceu no dia da votação à presidência da Câmara, em 2017

O pré-candidato ao Senado Delegado Waldir (UB) afirmou que o deputado Eduardo Bolsonaro (PL-SP), filho do presidente Jair Bolsonaro (PL), estava no Havaí fumando maconha. A fala ocorreu nesta quinta-feira, 5, durante o TBC 24 horas. Waldir se referiu ao episódio em que o então deputado federal Jair Bolsonaro foi flagrado discutindo com Eduardo Bolsonaro, que não compareceu no dia da votação à presidência da Câmara dos Deputados, onde mesmo o pai estava concorrendo ao cargo, em 2017. Nas imagens, o genitor disse que não ia visitá-lo na cadeia.

“Quatro deputados federais votaram em Jair Bolsonaro para a presidência da Câmara. O filho dele estava surfando e fumando maconha lá no Havaí”, disse Waldir ao se referenciar nas mensagens divulgadas à época pela imprensa.

Na ocasião, o ex-capitão do Exército teve apenas quatro votos e terminou na última colocação entre os seis que pleiteavam o cargo. Ele não teve nem mesmo o voto do filho, Eduardo Bolsonaro, que não compareceu à sessão. Oficialmente, ainda não se sabe até hoje onde ele estava e o que estava realizando que impediu de comparecer no compromisso.

No dia da votação, no plenário, o fotógrafo Lula Marques, registrou uma imagem do celular de Jair Bolsonaro. Nele, uma conversa dura com o filho, por meio do aplicativo WhatsApp. Lula Marques cedeu as fotos ao site da VEJA.

O registro começa assim. “Papel de filho da puta que você está fazendo comigo. Tens moral para falar do Renan? Irresponsável (Jair tem um filho chamado Renan)”. A cobrança continua: “Mais ainda, compre merdas por aí. Não vou te visitar na Papuda”.