Datafolha: Reprovação de Dilma no Centro-Oeste chega a 77% e é a maior do Brasil

Nova pesquisa mostra que presidente petista bate recorde de rejeição e supera até o Collor: 71% dos brasileiros consideram o governo “ruim” ou “péssimo”

Presidente Dilma Rousseff durante celebração de 1 ano para os Jogos Olímpicos Rio 2016: futuro incerto | Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

Presidente Dilma Rousseff durante celebração de 1 ano para os Jogos Olímpicos Rio 2016: futuro incerto | Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

A presidente Dilma Rousseff começou o segundo semestre com mais notícias negativas. E não vieram da Câmara dos Deputados ou do Senado, onde são esperadas pautas-bomba e um agosto “amargo”. A mais recente pesquisa Datafolha mostra que 71% dos brasileiros considera o governo “ruim” ou “péssimo”.

Essa é a maior taxa de rejeição a um morador do Planalto desde que o instituto começou a série histórica de pesquisas. Nem Fernando Collor (PTB-AL), atual senador e presidente impichado, foi tão mal-avaliado — seu recorde, às vésperas do impeachment, foi de 68%.

A situação da presidente petista é pior no Centro-Oeste: em Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e no Distrito Federal, 77% dos entrevistados avaliaram a atual administração como “ruim” ou “péssima”.

No Sul e Sudeste do País, a taxa é de 73%. Já no Nordeste, região onde o PT tem maior capilaridade eleitoral, 66% rejeitam Dilma, enquanto 10% dizem que o governo é “bom” ou “ótimo.

O Datafolha, que ouviu 3.358 pessoas em todo o País, aferiu ainda a aprovação da petista. No final de junho, 10% avaliava a gestão Dilma como “boa” ou “ótima”, hoje, a porcentagem caiu para 8%. A variação está dentro da margem de erro, que é de 2 pontos percentuais.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.