Criação de Fundo aumenta tom do debate na Câmara de Goiânia

Possibilidade de devolução dos recursos oriundos do duodécimo foi motivo de alvoroço durante reunião parlamentar desta quinta-feira, 26 

Foto: Fernando Leite/Jornal Opção

 

A proposta de criação de um Fundo da Câmara Municipal de Goiânia com o objetivo de evitar que recursos do duodécimo sejam devolvidos ao Executivo ao fim de cada ano, como ocorre atualmente, elevou o tom dos debates entre os parlamentares nesta quinta-feira, 26.

Tudo começou quando o líder do prefeito na Câmara, vereador Oséias Varão (sem partido), se posicionou contra a iniciativa do presidente da Casa, Romário Policarpo (Patriota). “A Câmara está precisando de mais dinheiro? Porque é isso que o fundo irá fazer, atribuir mais recursos a esta Casa”, indaga o parlamentar.

Para ele, se a Casa tem mais demandas por qual motivo está havendo sobras. “Alguém sabe me responder isso?”, questionou Varão. “Não é verdadeiro que precisa existir um fundo para executar obras. Quero me manifestar com muita clareza e com muito respeito senhor presidente [Romário policarpo] a minha posição contrária ao fundo”, complementa.

“Acho que esse projeto é um tiro no pé da Casa, é um desrespeito e uma afronta à população que precisa dos recursos para execução de políticas públicas” conclui Oséias. Após a fala do vereador, vários parlamentares contestaram o posicionamento do líder do prefeito, entre eles, o presidente da Casa e autor da proposta, Romário Policarpo, que usou a tribuna para rebater a fala de Varão.

Romário não poupou críticas à postura de Varão e lembrou que apoia o prefeito de Goiânia Iris Rezende (MDB). “Essa Casa precisa parar de hipocrisia e de conversar fiado. Quer falar de economia, essa Casa abriu mão de R$ 4,5 milhões que a Prefeitura deve de duodécimo e não vim usar a Tribuna para fazer falar sobre isso e fazer proselitismo. No começo do ano devolvemos R$1,5 milhão e temos mais R$1,5 milhão para ser devolvido. Mas dizer que falta gestão nessa Casa, o líder fala por ele”, disse.

“Não vem me ensinar a fazer gestão não porque essa eu sei fazer, tanto que ganhei a eleição aqui e não saí sacaneando todo mundo. Vamos parar de hipocrisia e conversinha fiada”, emendou Policarpo. “Sou da base do prefeito e mais do que vossa excelência, já ajudei muito o prefeito de Goiânia que é meu amigo. Mas suas palavras [Oséias Varão] eu não irei aceitar, cuidado com suas palavras”, finalizou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.