CPI da CBF é instalada no Senado e elege Romário presidente

Comissão investigará jogos da seleção brasileira e campeonatos realizados pela entidade, assim como as copas da Confederação de 2013 e do Mundo de 2014

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) foi instalada na última terça-feira (14), no Senado e elegeu o ex-jogador Romário (PSB-RJ) e o senador Romero Jucá (PMDB-RR) presidente e relator, respectivamente.

A comissão investigará contratos da CBF para realização de jogos da seleção brasileira de futebol e campeonatos realizados pela entidade, assim como eventuais irregularidades na realização das copas da Confederação de 2013 e do Mundo de 2014.

A CPI deverá votar o relatório final no prazo máximo de 180 dias. A primeira reunião de trabalho ficou marcada para o dia 4 de agosto, após o recesso legislativo, que começa no próximo sábado (18).

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.