Complexo Prisional de Anápolis está com 85% das obras concluídas

Serão 300 novas vagas em um terreno de mais de 160 mil m². Novo presídio deve ser entregue nos próximos meses

Este slideshow necessita de JavaScript.

As obras do novo Complexo Prisional de Anápolis, que poderá abrigar até 300 presos em uma área de mais de 160 mil², estão 85% concluídas, informa o governo de Goiás. Por determinação do governador Marconi Perillo (PSDB), novos recursos foram repassados para a conclusão imediata da obra.

Estão em fase final de andamento a pintura de todos os blocos; a instalação do alambrado externo; e o assentamento de bacia turca e guaritas internas. Foi recentemente concluída a implantação de celas e instalações elétricas.

O Complexo Prisional de Anápolis começou a ser construído em julho de 2013 e a previsão é de que as obras sejam concluídas nos próximos meses. Os recursos são de convênio entre o Departamento Penitenciário Nacional e do Governo do Estado.

A estrutura é composta por bloco do corpo de guarda; bloco administrativo; bloco de saúde; bloco de segurança e manutenção; módulo de vivência coletiva; galpão industrial; e guarita de vigilância. O alojamentos dos presos será dividido em duas alas, com 150 celas cada.

Dentro do módulo de segurança haverá ambientes para uma série de atividades, como sala de multi-atendimento, sala de aula, refeitório, pátio de sol, área para encontro íntimo, área para atendimentos psicológico e espiritual. O presídio ainda terá galpão dividido em módulos para atender as indústrias que têm interesse em se instalarem no local para parcerias com o sistema prisional no emprego de presos.

Nos perímetros de segurança do presídio, estão previstas oito guaritas de segurança, sendo quatro internas e quatro externas. A fiscalização da execução está a cargo da Agência Goiana de Transportes e Obras (Agetop). A Secretaria de Segurança Pública e Administração Penitenciária, comandada pelo vice-governador José Eliton, também formou um grupo de engenheiros e arquitetos para acompanhar o processo de construção.

Retomada 

O governo de Goiás retomou, neste semestre, a execução de obras. Neste ano, já inaugurou uma das maiores do Estado: o Centro de Referência e Excelência em Dependência Química (Credeq), em junho, que já está em funcionamento.

Neste ano, o governador autorizou dois aportes de investimentos na Agência Goiana de Transportes e Obras (Agetop) para recuperação e manutenção das rodovias goianas.

O primeiro foi realizado em janeiro, no valor de R$212 milhões. Em abril, a agência recebeu mais R$ 34,5 milhões dos cofres estaduais para a melhoria de 1,1 mil quilômetros das rodovias goianas. Atualmente, a Agetop atua com frentes de trabalho em 26 cidades. São 78 equipes em diferentes tarefas de manutenção e conserva das estradas.

Nesta semana, foram retomadas as obras de duplicação da GO-080 no trecho entre o município de Nerópolis e o entroncamento com a BR-153.

Em Anápolis, o governo estadual retomou as obras do Centro de Convenções, do presídio e do aeroporto de cargas. As obras do Centro de Apoio Socioeducativo (Case) também foram retomadas.

O governo entregou, neste ano, o Parque Marcos Veiga Jardim, localizado dentro do Autódromo Internacional de Goiânia. O Centro de Excelência do Esporte, em Goiânia, será inaugurado no próximo dia 8 de agosto, às 19 horas.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.