Complexo Prisional de Anápolis está com 85% das obras concluídas

Serão 300 novas vagas em um terreno de mais de 160 mil m². Novo presídio deve ser entregue nos próximos meses

As obras do novo Complexo Prisional de Anápolis, que poderá abrigar até 300 presos em uma área de mais de 160 mil², estão 85% concluídas, informa o governo de Goiás. Por determinação do governador Marconi Perillo (PSDB), novos recursos foram repassados para a conclusão imediata da obra.

Estão em fase final de andamento a pintura de todos os blocos; a instalação do alambrado externo; e o assentamento de bacia turca e guaritas internas. Foi recentemente concluída a implantação de celas e instalações elétricas.

O Complexo Prisional de Anápolis começou a ser construído em julho de 2013 e a previsão é de que as obras sejam concluídas nos próximos meses. Os recursos são de convênio entre o Departamento Penitenciário Nacional e do Governo do Estado.

A estrutura é composta por bloco do corpo de guarda; bloco administrativo; bloco de saúde; bloco de segurança e manutenção; módulo de vivência coletiva; galpão industrial; e guarita de vigilância. O alojamentos dos presos será dividido em duas alas, com 150 celas cada.

Dentro do módulo de segurança haverá ambientes para uma série de atividades, como sala de multi-atendimento, sala de aula, refeitório, pátio de sol, área para encontro íntimo, área para atendimentos psicológico e espiritual. O presídio ainda terá galpão dividido em módulos para atender as indústrias que têm interesse em se instalarem no local para parcerias com o sistema prisional no emprego de presos.

Nos perímetros de segurança do presídio, estão previstas oito guaritas de segurança, sendo quatro internas e quatro externas. A fiscalização da execução está a cargo da Agência Goiana de Transportes e Obras (Agetop). A Secretaria de Segurança Pública e Administração Penitenciária, comandada pelo vice-governador José Eliton, também formou um grupo de engenheiros e arquitetos para acompanhar o processo de construção.

Retomada 

O governo de Goiás retomou, neste semestre, a execução de obras. Neste ano, já inaugurou uma das maiores do Estado: o Centro de Referência e Excelência em Dependência Química (Credeq), em junho, que já está em funcionamento.

Neste ano, o governador autorizou dois aportes de investimentos na Agência Goiana de Transportes e Obras (Agetop) para recuperação e manutenção das rodovias goianas.

O primeiro foi realizado em janeiro, no valor de R$212 milhões. Em abril, a agência recebeu mais R$ 34,5 milhões dos cofres estaduais para a melhoria de 1,1 mil quilômetros das rodovias goianas. Atualmente, a Agetop atua com frentes de trabalho em 26 cidades. São 78 equipes em diferentes tarefas de manutenção e conserva das estradas.

Nesta semana, foram retomadas as obras de duplicação da GO-080 no trecho entre o município de Nerópolis e o entroncamento com a BR-153.

Em Anápolis, o governo estadual retomou as obras do Centro de Convenções, do presídio e do aeroporto de cargas. As obras do Centro de Apoio Socioeducativo (Case) também foram retomadas.

O governo entregou, neste ano, o Parque Marcos Veiga Jardim, localizado dentro do Autódromo Internacional de Goiânia. O Centro de Excelência do Esporte, em Goiânia, será inaugurado no próximo dia 8 de agosto, às 19 horas.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.