Comissão Mista aprova relatório da LDO para 2021

Votação ocorreu nesta terça-feira e teve adição de uma emenda da Mesa Diretora, uma do vereador Paulo Magalhães (DEM) e três de Dra. Cristina (PL)

Reunião da Comissão Mista na Câmara Municipal | Foto: Câmara Municipal de Goiânia

Nesta terça-feira, 9, a Comissão Mista da Câmara Municipal de Goiânia aprovou, em primeiro turno, o relatório da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para o ano que vem. 13 vereadores estiveram presentes no plenário respeitando os espaços de distância seguros entre cada pessoa e também virtualmente, como Sabrina Garcêz (PSD), Denício Trindade (MDB) e Gustavo Cruvinel(MDB).


Presidente da Comissão Mista, Lucas Kitão (PFL) apresentou a emenda da vereadora Dra. Cristina (PL), em que reduz o remanejamento das verbas da prefeitura de 30% para 20%. Zander Fábio (Patriota) e Clécio Alves (MDB) defenderam o percentual apresentado pela prefeitura. Para Zander, devido à redução da arrecadação como consequência da pandemia, é necessário que haja essa “gordura” de remanejamento nos cofres da prefeitura.

Convencida pelos parlamentares da base, Dra. Cristina retirou a emenda.
Com isso, o relatório apresentado por Zander foi aprovado com unanimidade, com a inclusão de uma emenda da Mesa Diretora, uma do vereador Paulo Magalhães (DEM) e três de Dra. Cristina.


Na emenda da Mesa, é defendido uma adequadção do 12º, em que 4,5% da receita é direcionada ao Poder Legislativo. Na emenda de Paulo, retira a obrigatoriedade do parlamentar apresentar um projeto de engenharia ou licença ambiental nas emendas impositivas.

Nas emendas de Dra. Cristina, reinsere programas como política urbana de ciclovias, corredores preferenciais e manutenção do fundo municipal de defesa do consumidor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.