Cláudio Meirelles renuncia a cargo de primeiro-secretário na mesa diretora da Assembleia

Decisão do deputado se dá após articulações do governo para colocar Álvaro Guimarães no cargo

Foto: Fábio Costa/Jornal Opção

O deputado estadual Cláudio Meirelles (PTC) decidiu nesta quarta-feira, 30, não participar da eleição para primeiro-secretário da Assembleia Legislativa. A decisão se deu após articulações do Governo para a troca de nomes no cargo, indicado o nome de Álvaro Guimarães (DEM) para ocupar a mesa.

Antes do anúncio do deputado, o presidente da Casa, deputado Lissauer Vieira (PSB) pediu que a Casa votasse em Cláudio.

Em seguida Meirelles fez fala indicando a renúncia, falando que não tem vaidade: “É uma pena que tenhamos um governador que interfere numa questão pequena como a primeira secretaria. Eu apoiei Caiado achando que Goiás fosse mudar”.

Poucos minutos antes de começas a votação para a mesa diretora, para o exercício de 2021-2022, o líder do Governo, Bruno Peixoto (MDB), informou à base que o governador pediu a troca de nomes. Os parlamentares da situação articulavam se seguiriam à orientação ou não.

Álvaro Guimarães (DEM), então, lançou seu nome à disputa, indicando quem diferente do esperado, não haveria uma chapa totalmente de consenso, já que haveria impasse na escolha de primeiro-secretário. Entretanto, com a renúncia de Cláudio, seu nome se torna o único na eleição desta quarta-feira, 30.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.