Chico Buarque anuncia show para setembro e lança canção inédita; veja letra

Single dá nome à turnê e passará por 11 cidades brasileiras

Após cinco anos dedicados à literatura, período em que lançou o romance “Essa gente” e o volume de contos “Anos de chumbo”, o cantor Chico Buarque está de volta com nova música e uma série de shows em 11 cidades já confirmadas entre 2022 e 2023. “Que tal um Samba?” é o nome do single, que foi lançado nesta sexta, 17, nas plataformas digitais, e também da denominação da turnê que terá início no mês de setembro, em João Pessoa (6 e 7).

Depois da capital paraibana, Chico Buarque faz shows em Natal (9 e 10/9), Curitiba (23/24), Belo Horizonte (5, 6, 7 e 8/10), Fortaleza (22 e 23/10), Porto Alegre (3 e 4/11), Salvador (11, 12 e 13/11), Brasília (29 e 30/11) e Recife (9, 10, 11/12) ainda neste ano. Em janeiro, a turnê chega ao Rio de Janeiro e, em março, os shows serão em São Paulo. Até agora, a organização ainda não anunciou show em Goiânia.

O show contará com a participação de Mônica Salmaso, a cantora dos compositores, que já gravou dois discos dedicados à obra de Chico, “Noites de Gala” e “Samba na Rua”. A premiada cineasta e cenógrafa Daniela Thomas assina a criação do cenário e o maestro Luiz Cláudio Ramos está na direção musical.

“Que tal um samba?” foi gravada no estúdio da gravadora Biscoito Fino pelo mesmo grupo que acompanha Chico Buarque há anos, entre eles Luiz Cláudio (violão), João Rebouças (piano), Jorge Helder (baixo) e Jurim Moreira (bateria). Thiago Serrinha foi convidado para a percussão e Hamilton de Holanda para o bandolim.

Segundo o comunicado, Chico propõe agora, em junho de 2022, “espantar o tempo feio/Para remediar o estrago”. “Que tal um samba?” foi escrita para ser um samba eterno, popular, mas ao mesmo tempo histórico e político. Política no sentido contemporâneo: vivida nas ruas, na praia, no futebol (“Fazer um gol de bicicleta/Dar de goleada”), no amor e na arte (“Deitar na cama da amada/Despertar poeta/Achar a rima que completa o estribilho”).

Confira a letra completa:

Que tal um samba?
(Chico Buarque)

Um samba
Que tal um samba?
Puxar um samba, que tal?
Para espantar o tempo feio
Para remediar o estrago
Que tal um trago?
Um desafogo, um devaneio

Um samba pra alegrar o dia
Pra zerar o jogo
Coração pegando fogo
E cabeça fria
Um samba com categoria, com calma

Cair no mar, lavar a alma
Tomar um banho de sal grosso, que tal?
Sair do fundo do poço
Andar de boa
Ver um batuque lá no cais do Valongo
Dançar o jongo lá na Pedra do Sal
Entrar na roda da Gamboa

Fazer um gol de bicicleta
Dar de goleada
Deitar na cama da amada
Despertar poeta
Achar a rima que completa o estribilho

Fazer um filho, que tal?
Pra ver crescer, criar um filho
Num bom lugar, numa cidade legal
Um filho com a pele escura
Com formosura
Bem brasileiro, que tal?
Não com dinheiro
Mas a cultura
Que tal uma beleza pura
No fim da borrasca?
Já depois de criar casca
E perder a ternura
Depois de muita bola fora da meta

De novo com a coluna ereta, que tal?
Juntar os cacos, ir à luta
Manter o rumo e a cadência
Esconjurar a ignorância, que tal?
Desmantelar a força bruta
Então que tal puxar um samba
Puxar um samba legal
Puxar um samba porreta
Depois de tanta mutreta
Depois de tanta cascata
Depois de tanta derrota
Depois de tanta demência
E uma dor filha da puta, que tal?
Puxar um samba
Que tal um samba?
Um samba

*Com informações da CNN Brasil e Correio do Povo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.