Candidatas a vereadora sem nenhum voto são investigadas em Inhumas

Suspeita é de que ao menos cinco candidatas tenham sido usadas como “laranjas” para atingir cota de 30% para mulheres

A Polícia Civil de Inhumas indiciou cinco ex-candidatas a vereadora do município de Inhumas, Região Metropolitana de Goiânia, pelo crime de falsidade ideológica para fins eleitorais. Segundo a corporação, elas não tiveram sequer seu próprio voto nas eleições.

Uma das cinco candidatas é servidora pública e chegou a usufruir licença para participar do pleito municipal, recebeu combustível, contratou cabos eleitorais, porém não obteve nenhum voto sequer.

A suspeita da polícia é de que elas tenham sido usadas como “laranjas” por partidos para atingir a cota de 30% para candidatas mulheres prevista na legislação eleitoral desde 2009.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.