Campanha mundial que pede fim da violência contra a mulher começa neste domingo (20)

Campanha será lançada em nível nacional no dia 25 de novembro; governo federal deve lançar em dezembro um programa de promoção da igualdade de gênero

Começa neste domingo (20/11) pelas redes sociais a campanha “16 dias de ativismo pelo fim da violência contra a mulher”. O tema deste ano é “Machismo. Já passou da hora. #podeparar”.

Segundo a Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres, vinculada ao Ministério da Justiça, o objetivo é chamar a atenção da sociedade e mobilizar as pessoas, mostrando que pequenas ações do cotidiano podem levar a grandes violências.

Durante os 16 dias de campanha, o foco das discussões será o combate à violência sexual. Neste domingo (20), Dia Nacional da Consciência Negra, a ação dará destaque também à questão das mulheres negras, que correspondem à maioria das vítimas de agressões.

A campanha “16 dias de ativismo” ocorre há 25 anos e mobiliza cerca de 130 países. Vários municípios brasileiros já estão com as ações em andamento, mas a campanha em nível nacional será lançada oficialmente em Brasília em 25 de novembro, Dia Internacional da Não Violência contra as Mulheres. Está previsto ainda para dezembro o lançamento, pelo governo federal, de um programa de promoção da igualdade de gênero.

Feminicídio

O Brasil é o quinto país do mundo em número de assassinatos de mulheres, segundo o Mapa da Violência de 2015. Esse e outros dados de violência de gênero foram reunidos no Dossiê Feminícídio, lançado em novembro pelo Instituto Patrícia Galvão. O levantamento também faz um alerta para a importância de dar visibilidade ao cenário de violência, a fim de mudar práticas consideradas normais que podem, no entanto, resultar em mortes.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.