Câmara vai questionar prefeitura na Justiça por descumprimento de suspensão de contrato

Anselmo Pereira (PSDB), anunciou que encaminhou negativa em encerrar compra de serviços de empresa de iluminação pública à Procuradoria Jurídica do Legislativo

O presidente da Câmara de Vereadores de Goiânia, Anselmo Pereira (PSDB), anunciou, nesta terça-feira (29/11), que vai questionar, na Justiça, a Prefeitura de Goiânia quanto ao descumprimento de decreto que suspendia contrato do Paço com a empresa Citéluz Serviços de Iluminação Urbana. Segundo ele, o assunto já foi encaminhado à Procuradoria Jurídica do Legislativo.

“O decreto foi aprovado por unanimidade por este Poder e tem que ser cumprido, sob pena de crime de responsabilidade das autoridades da Prefeitura. Isso é um desrespeito institucional”, criticou ele.

O vereador Elias Vaz (PSB), autor da matéria, concordou com Anselmo e apresentou um requerimento para que o secretário de Infraestrutura e Serviços Públicos de Goiânia, Washington dos Santos Ramalho, vá até a Câmara para explicar atitude. Segundo ele, ao anunciar que não cumpriria a medida, a Procuradoria Geral do Município desrespeitou a Casa.

“Diante dos dos fatos, torna-se imperiosa a convocação do senhor secretário Washington Ramalho, em horário previamente agendado e definido pela presidência desta Casa. O secretário, portanto, virá prestar esclarecimentos sobre esse assunto, de amplo interesse da comunidade”, defendeu ele (Com informações da Câmara Municipal de Goiânia).

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.