Câmara Municipal aprova em 1ª votação projeto que regulamenta escritórios compartilhados em Goiânia

Matéria é de autoria do vereador Leandro Sena (Republicanos) e seguirá para 2ª votação antes de ser encaminhado ao Paço Municipal

Modul CWK, exemplo de co-working em Goiânia | Foto: Reprodução

Foi aprovado em primeira votação, no Plenário da Câmara Municipal de Goiânia o PL nº 000103/2021, que visa regulamentar o funcionamento dos escritórios compartilhados, também chamados co-working, em Goiânia. De autoria do Leandro Sena (Republicanos), o objetivo é fazer com que o serviço seja mais bem desempenhado.

O co-working é um local compartilhado por várias empresas distintas, que é utilizado para o estabelecimento de escritórios e a realização de reuniões. Para Leandro Sena, a regulamentação trará reconhecimento da Prefeitura a esse segmento, uma vez que Goiânia conta com diversos escritórios compartilhados que têm gerado tanto comodidade quanto economia aos empresários.

“Os empresários do segmento nos procuraram porque não existia uma lei que regulamentasse a sua existência de forma jurídica, então a prefeitura, a partir de hoje, pode começar a enxergar, do ponto jurídico, o co-working como regulamentado. Além de reconhecer como uma estrutura independente que tem compromisso com seus impostos, mas ao mesmo tempo gera sua importância como um projeto para a sociedade”, justifica Leandro.

Após aprovação em primeira votação, o projeto continuará sua tramitação na Casa e passará pela segunda votação em Plenário antes de ser encaminhado a Rogério Crus (Republicanos para sanção. “Assim Goiânia poderá reconhecer essa atividade profissional como qualquer outra que existe no mercado”, conclui o vereador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.