Caiado cobra liberação da vacina Sputnik V para o Brasil

O governador de Goiás espera que haja uma decisão por parte da Anvisa nos próximos sete dias

Ronaldo Caiado (DEM), governador de Goiás | Foto: reprodução

Diante da escassez de vacina contra a Covid-19, o governador do Estado de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM) cobra a liberação do imunizante produzido pela Rússia, Sputnik V, que  segue sem previsão de ser usada pelo Ministério da Saúde.

“Tivemos uma reunião com a Anvisa de mais de 3 horas anteontem, disse que se nós temos uma oferta de 11 milhões de doses da Sputnik V não tem sentido dizer que a Anvisa ainda não chegou em uma conclusão de análise sendo que ela está sendo aplicada em 58 países”, afirma.

Caiado aponta a dificuldade que pode estar relacionada a burocracia no processo da Anvisa. “Será possível que as agencias sanitárias dos 58 países não tem credibilidade de ter feito essa análise? porque não liberar a vacina? a burocracia […] eu respeito a Anvisa, mas estamos numa situação emergencial, essas agencias também são responsáveis e tem condições de analisar e liberar a vacina levantando as contraindicações que ainda não teve nenhuma apontada por nenhuma dessas agencias”, destaca.

Para o governador, é preciso defender a oferta de vacinas e aguarda uma decisão nos próximos dias. “As outras vacinas que compramos só tem disponibilidade para o segundo semestre e a Sputnik tem para agora. Acredito que nos próximos sete dias a Anvisa tende a liberar a importação da sputnik V”, conclui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.