Brasileiro Thiago Pereira é o maior medalhista da história dos Jogos Pan-Americanos

Nadador supero a marca de 22 medalhas do ex-ginasta cubano Erick López

O nadador Thiago Pereira se tornou no último sábado (18/7), o campeão em número de medalhas em Jogos Pan-Americanos. Com uma prata na prova individual de 200m medley e um ouro conquistado na equipe de revezamento 4 x 100m, também medley, Thiago superou o recorde do ex-ginasta cubano Erick López, de 22 medalhas.

Ele, que chegou a Toronto com 18 medalhas – alcançadas nos jogos de Santo Domingo, em 2003; Rio de Janeiro, em 2007; e Guadalajara, em 2011 – conseguiu cinco no Pan do Canadá. Além das medalhas de sábado, Thiago foi ouro junto com a equipe nos revezamentos 4 x 100m e 4 x 200m livres, na terça-feira (14) e no dia seguinte (15), respectivamente; e bronze nos 200m costas, também na quarta-feira.

Ele teria conquistado ainda mais uma medalha – de ouro – na prova individual dos 400m medley, mas foi desclassificado por um erro na hora da virada do nado peito para o nado livre. Thiago não precisou nadar na prova de revezamento 4 x 100m, mas ganhou a medalha por ter participado das eliminatórias.

Em entrevista à imprensa, antes do início dos jogos, Thiago havia declarado que se alcançasse o recorde, a marca não seria só dele, mas sim, do Brasil. “É um atleta brasileiro alcançando isso, e no fim das contas é o nosso país tendo um recorde. Vai ser importante para todos nós às vésperas de uma Olimpíada em casa”, disse na ocasião.

Com a participação em Toronto finalizada, o atleta disputa, em agosto, o Mundial em Kazan, na Rússia.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.