Barroso é entrevistado para livro sobre João de Deus e evita julgamento

Ministro do STF procurou médium enquanto fazia tratamento para câncer e foi ouvido pela jornalista Cristina Fibe

Ministro do STF, Luís Roberto Barroso | Foto: TSE

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso foi entrevistado pela jornalista Cristina Fibe para o livro sobre João de Deus, que será lançado em 14 de outubro. O também presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) disse que ficou “devastado” com as denúncias de assédio e evitou fazer juízo de opinião: “a mim, já bastam os casos que tenho que julgar por dever de ofício”, apontou o magistrado.

Barroso contou que foi apresentado a João de Deus por intermédio do ex-ministro do Supremo Carlos Ayres. O presidente do TSE revelou que, em 2012, foi diagnosticado com câncer no esôfago e recebeu prognóstico de um ano de vida. À época, o ministro era advogado e fez todos os tratamentos, como quimioterapia, fitoterapia e acupuntura.

O magistrado do STF disse que, depois disso, esteve com João de Deus por diversas vezes em Abadiânia e sempre o quis muito bem. No entanto reconhece que as pessoas a quem ele fez mal têm direito à justiça.

“João de Deus – O Abuso da Fé” será lançado pela Globo Livros na próxima quinta-feira (14).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.