Autorização para empréstimo de R$ 50 mi não avança na Câmara

Dinheiro seria para compra de maquinário para a Comurg, mas tramitação está travada na Comissão de Finanças

O projeto de autoria do prefeito Iris Rezende (MDB) que pede autorização para empréstimo de R$ 50 milhões, que seriam destinados à Companhia de Urbanização de Goiânia (Comurg), não teve andamento na Câmara Municipal de Goiânia.

Aprovado em primeira votação em plenário na semana passada, a propositura tramita agora na Comissão de Finanças, mas, com a base aliada insatisfeita, não houve andamento.

Na reunião da última segunda-feira (18/6), não houve votação por falta de quórum. Diante disso, o presidente  do colegiado, vereador Clécio Alves (MDB), chegou a editar um documento em protesto convocando a presença de deputados aliados ao prefeito para “votarem matérias de interesse do Paço” em reunião que aconteceria nesta terça-feira (19/6), mas que também acabou não acontecendo.

Os integrantes da comissão afirmaram à reportagem que não foram formalmente notificados de reunião nesta terça. Clécio Alves não quis emitir nenhum posicionamento sobre o assunto.

Nos bastidores, os vereadores aliados ao Paço estariam insatisfeitos com o tratamento que têm recebido de alguns secretários. Ainda na segunda-feira (18), o prefeito fez uma reunião com 21 vereadores para discutir o novo projeto da reforma da Previdência, mas Clécio Alves não participou do encontro.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.